AMAZONAS POLÍTICA

“Alberto Neto não merece consideração porque é Surfista, Mentiroso e Afilhado do Omar Aziz”, diz Nota dos Movimentos Conservadores e de Direita do Amazonas

Nota foi emitida em resposta a entrevista, ‘Precisamos unir a Direita no Amazonas’, do deputado federal Alberto Neto ao site Direto ao Ponto. A Nota também afirma que outros parlamentares que surfaram na onda Bolsonaro em 2018 não vão enganar ninguém em 2022

NOTA DOS MOVIMENTO CONSERVADORES E DE DIREITA DO AMAZONAS


“Os Movimentos Conservadores e de Direita no Amazonas, respaldados pela livre manifestação da opinião e do pensamento, égide do Estado Democrático e de Direito, comunicam a sociedade amazonense que a entrevista do Deputado Federal Capitão Alberto Neto ao Direto ao Ponto com o título Opinião | “Precisamos unir a direita no Amazonas”, não merece consideração e atenção dos bolsonaristas amazonenses. Informamos que este Deputado Federal, surfista eleito na onda Bolsonaro em 2018 não fala pela Direita e não fala pelos Conservadores, este parlamentar de mandato único não tem o direito de falar em nosso nome, muito menos pedir união e nem pedir apoio dos Movimentos Conservadores. Este deputado que faz parte do grupo do Senador Omar Aziz e da velha política amazonense mente para os bolsonaristas do Amazonas. Não se deixem enganar pela fala mansa e polida deste oportunista que até agora não fez nada para defender o Presidente Bolsonaro dos ataques que vem sofrendo da extrema esquerda, dos comunistas e dos socialistas e do seu tutor e padrinho político Senador Omar Aziz, Presidente na CPI DO COVID. Alberto Neto, não é conservador e nem direitista, ele pensa que ter patente de oficial na PM lhe habilita para tal posição ideológica e política, este Deputado Federal não se manifestou em defesa da perseguição política e judicial perpetrada pelo Ministro Alexandre de Moraes contra o Deputado Federal Daniel Silveira (preso político por defender o Presidente Bolsonaro), não fez qualquer defesa da imunidade parlamentar constitucional do referido deputado federal preso por ordem do STF, não promoveu até agora qualquer defesa pujante e relevante das pautas conservadores no parlamento federal, não defende os interesses do povo amazonense. Alberto Neto, cala-te. Tu não fala por nós. Tu está proibido de falar em união da direita e dos conservadores, não tem relevância política e ideológica. Nosso único compromisso patriótico e ideológico em 2022 é com Coronel Menezes e o Presidente Bolsonaro. Qualquer outra narrativa sobre união da direita, união bolsonarista são bravatas de oportunistas como Alberto Neto e outros parlamentares que surfaram na onda Bolsonaro em 2018. Alberto Neto, pare de pagar matéria para confundir a mente dos bolsonaristas e do povo amazonense, dizendo que existe entendimento entre outros atores políticos supostamente de direita. Cala-te”.


Manaus, 21 de Julho de 2021


Sérgio kruke – Líder e Fundador do Movimento Conservador Amazonas e Grupo CanhotaNão

Felipe Silva – Líder e Fundador do Movimento Endireita Amazonas

Rubson Oliveira – Líder e Fundador do Movimento Independente do Amazonas

Ageu Pontes – Líder e Fundador do Movimento Amazonas Conservador

Vivi Kruke – Líder e Fundadora do Movimento Mulheres Conservadoras Amazonas

Aldmar – Líder do Movimento B38 no Amazonas

Vitor Feitosa – Líder e Fundador do Movimento Todos Pelo Amazonas

ENTREVISTA AO SITE DIRETO AO PONTO

“Precisamos unir a direita no Amazonas”, diz Capitão Alberto Neto

Deputado revela que já conversou com Romero, Chico e Menezes

Parlamentar diz que voto impresso é uma garantia da democracia

“Preservamos 97% da floresta em pé e agora queremos dignidade, a BR-319 asfaltada e a ZFM forte”, afirma Capitão

União bolsonarista

Eleito com ideais conversadores e na onda de renovação em 2018, o deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos), sabe que a polarização entre direita versus esquerda será, mais uma vez, uma realidade nas eleições do ano que vem, mas é consciente, também, que o campo progressista terá mais força do que no último pleito, já que terá a presença de Lula (PT) na disputa.

Por isso, o Capitão quer a união da direita bolsonarista local para que as pautas conservadoras e de defesa da família possam ter defensores na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Câmara Federal e Senado.

“A falta de união fez com que a gente perdesse a eleição da Prefeitura de Manaus ano passado e isso não pode acontecer novamente em 2022”, afirmou.

Diálogo

Atualmente na condição de vice-líder do Governo na Câmara dos Deputados, Alberto Neto revelou, com exclusividade ao Direto ao Ponto, que tem conversado com políticos conservadores do Amazonas, claro, pensando em uma aproximação eleitoral no ano que vem.

“Já conversei com o Romero, Chico Preto e almocei com o Menezes. De maneira inicial, estamos trabalhando a união para fortalecer a campanha do presidente e para que a direita tenha mandato em todos os cargos. 2020 foi a prova que a direita tem que estar unida”, destacou.

“Estou bem no Republicanos”

Indagado sobre a permanência no Republicanos, partido pelo qual foi eleito em 2018 e disputou a Prefeitura de Manaus em 2020, o parlamentar disse que se sente bem na sigla e que, por ora, não está pensando em mudanças.

“Estou bem no Republicanos. É um partido de direita, conservador, da família. Essa questão partidária eu vou deixar para o próximo ano”, afirmou.

Defesa do voto impresso

Por falar em eleição, Alberto Neto foi enfático na defesa da aprovação da PEC 135/2019, que visa instituir o voto impresso auditável a partir das eleições do ano que vem. Segundo ele, a pauta não é direita nem de esquerda, mas tem o objetivo de fortalecer a democracia.

“Pensar no voto auditável é uma garantia da democracia, independentemente de partido, se é de direita ou esquerda.

Você votar numa urna eletrônica e poder ter a contraprova, poder auditar essa urna, é uma garantia à democracia”, avaliou.

Por dignidade

Ao falar sobre a BR-319, o deputado subiu o tom nas críticas ao que chamou de “militância ambientalista” e lembrou que o Amazonas preserva 97% da floresta em pé, sendo um exemplo para o mundo.

“A questão ambiental tem que ser desmistificada. O Amazonas não está em chamas. O Amazonas tem 97% de sua floresta preservada e agora nós queremos dignidade. A BR-319 já existe e há uma militância ambientalista que prejudica que ela seja asfaltada. Esse é um sonho que precisa ser realizado e nós sempre cobramos o Governo Federal”, afirmou.

Reforma tributária

O político afirmou ainda, que a Reforma Tributária é uma pauta que precisará de poder de articulação da bancada do Amazonas, uma vez que tem relação direta com os incentivos da Zona Franca de Manaus (ZFM).

Ele disse ser favorável a uma reforma gradual e lembrou que foi enviado pelo Governo Federal ao Congresso a unificação do PIS e Cofins, que, segundo ele, é um tributo difícil de entender e que atrapalha o empresariado.

“O ambiente de negócio no Brasil é muito caro e simplificar esse manicômio tributário que temos é a primeira missão”, falou.

Cutucada no PT

Por fim, Alberto Neto disse ter consciência de que muitas pessoas se afetam com as falas ásperas de Bolsonaro, mas acredita que quando chegar o segundo turno, os eleitores vão comparar o presidente com Lula, e darão mais uma chance ao atual governo.

“Tem uma porcentagem do eleitorado que é fã do Lula, mas maioria da nação não quer o PT de volta e no segundo turno isso vai favorecer o presidente. Ninguém aceita mais a roubalheira do PT”.

Postagens relacionadas

Wilson Lima e ministra Cristiane Britto assinam Pacto Nacional para Redução da Letalidade Infanto-juvenil no Amazonas

Ivan Nobre

TCE-AM julga 380 processos nesta terça-feira (15)

Paulo Apurina

Amazonas já aplicou 3.924.907 doses de vacina contra Covid-19 até este sábado (25/09)

Paulo Apurina