TECNOLOGIA

Apple: próximo iPhone está chegando, veja o que esperar do aparelho

Como de costume, desde a produção até o lançamento, a chegada de um novo iPhone é marcada por diversos rumores e vazamentos. Este ano não podia ser diferente.

De início, considerando que a Apple deixou de lado um possível “iPhone 11S”, a primeira aposta é que o telefone vai se chamar iPhone 13. Aqui está o que podemos esperar da nova família de smartphones da Maçã.

Próximo iPhone será marcado por pequenas mudanças

O iPhone 12, o primeiro celular da empresa de Tim Cook com suporte para a rede 5G, foi redesenhado e ganhou dois novos tamanhos (Mini e ProMax). Geralmente, após grandes atualizações como essa, a empresa de Cupertino costuma apostar em lançamentos mais modestos.

É o que diz o analista de produtos da Apple, Gene Münster, que também sugere apenas melhorias graduais para os iPhones deste ano, como processadores mais rápidos, mais vida útil da bateria e atualizações nas câmeras.

O analista sugere que existem muitos rumores ​​sobre as câmeras. “Acho que este será o ponto de venda da Apple desta vez”.

Ele também relata que as câmeras do iPhone Pro e Pro Max, os modelos de ponta da Apple, podem suportar formatos de vídeo de alta qualidade e trazer novidades para o ‘modo retrato’.

Possível modelo mini

iPhone 12 Mini
Apple pode descartar o iPhone Mini nos próximos anos. Imagem: Jack Skeens/Shutterstock

O iPhone 12 Mini, com sua tela de 5,4 polegadas, não foi exatamente um sucesso. Segundo a Counterpoint Intelligence Research Partners, o gadget representou apenas 5% das vendas totais da linha iPhone 12 no último trimestre. Com isso, a empresa de pesquisa de mercado Trendforce, relatou que a Apple, inclusive, decidiu parar de produzir novas unidades do dispositivo.

Ainda assim, Münster acredita que haverá outro modelo mini em 2021. “É um nicho, mas as pessoas nesse nicho tendem a gostar dele (…) acho que a duração da bateria de um telefone pequeno é melhor”, acrescenta o analista.

Wears também espera que o próximo iPhone contribua para a expansão do uso da tecnologia 5G em mais países, principalmente da Ásia e Europa.

E a crise dos chips?

A Apple já confirmou que foi uma das gigantes da tecnologia afetada pela interrupção no fornecimento global de microprocessadores, fato que ficou conhecido como a crise dos chips. Tim Cook declarou em julho que a companhia fará “tudo que estiver ao seu alcance para mitigar a situação”.

Os analistas apontam que a empresa deve anunciar o novo iPhone em setembro, e espera colocá-lo à venda em outubro no varejo internacional.

Sem iPhone dobrável em 2021

iPhone dobrável
Conceito de um iPhone com tela dobrável. Imagem: Racksuz/iStock

O próximo capítulo dos iPhones será a entrada no segmento de celulares dobráveis, contudo, segundo os especialistas, isso deve acontecer apenas em 2023.

Vale destacar que a competição está cada vez mais acirrada entre os smartphones dobráveis, a gigante sul-coreada Samsung anunciou recentemente dois novos dispositivos da categoria: o Galaxy Z Fold 3 e o Galaxy Z Flip 3.

A previsão é que o iPhone incorpore novos recursos alguns anos depois que a rival Samsung. Com isso, logo o iPhone também deve contar com novidades como um leitor de impressão digital sob a tela e um painel com taxa de atualização de 120 Hz, por exemplo. Recursos cada vez mais comuns nos celulares Android. No entanto, essas mudanças também provavelmente não aparecerão em 2021.

Fonte: The Wall Street Journal

Postagens relacionadas

Bolsonaro propõe Projeto de Lei para garantir direitos dos usuários de redes sociais

Paulo Apurina

Carro da Tesla impressiona em teste de colisão; assista

Paulo Apurina

Em ação inédita, Prefeitura de Manaus inicia instalação de internet em unidades de saúde da zona rural

Jamil Maciel