CULTURA

Artistas locais são valorizados pela prefeitura de Manaus

Uma das principais categorias afetadas pela pandemia do novo coronavírus, a classe artística, em especial a manauense, na gestão David Almeida, vem recebendo o apoio necessário, para se restabelecer no mercado artístico. Na data em que se comemora o Dia Nacional das Artes, nesta quinta-feira, 12/8, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), destaca algumas ações de valorização da categoria, a principal delas o projeto “Qualifica Artista Manauara: o sucesso depende de você”.

A terceira edição do projeto – desenvolvido em parceria com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e o Conselho Municipal de Cultura (Concultura) – foi encerrada nesta quarta-feira, 11, com a certificação de 50 participantes.

O projeto tem como objetivo ofertar capacitação e qualificação profissional para todos os artistas residentes em Manaus, atuantes nos diversos segmentos da arte, a fim de impulsioná-los e despertá-los para o próprio sucesso, a partir de sua desenvoltura e destreza, favorecendo o engajamento profissional de sua carreira. Ele é voltado a artistas manauenses, que tenham a partir de 16 anos, com ensino fundamental completo.

“Temos que ressaltar a importância da arte para a economia e o turismo. Seguindo as orientações do prefeito David Almeida, estamos trabalhando para auxiliar a atividade artística e cultural com vários projetos, que com certeza trarão benefícios, tanto para os artistas quanto para a população manauense. Afora o Qualifica Artista Manauara, a prefeitura vem trabalhando em muitos projetos que irão auxiliar ainda mais a categoria, como o Casa de Praia, por exemplo”, observa o secretário da Semtepi, Radyr Júnior.

Participante da última edição do projeto Qualifica Artista Manauara, o músico e desenhista Vanderlei Barbosa Machado, destaca que o artista precisa aprimorar seus conhecimentos. Ainda segundo ele, a adversidade para alavancar os projetos é maior, devido ao aumento de acessos nas redes sociais e a exigência de criatividade no mercado de trabalho.

“Eu não tinha ideia de como divulgar meu trabalho no Instagram, mas com o curso eu aprendi muito sobre marketing. Foi ótimo!”, relata.

Vanderlei conta que passou por um problema de saúde, e mesmo assim, ele não vê obstáculos para seguir com a carreira e pretende crescer ainda mais com a nova forma de divulgar seu trabalho.

Feiras

As feiras de artesanato itinerantes realizadas por meio de parceria entre a Prefeitura de Manaus e algumas empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM), também viabilizaram a exposição e comercialização dos trabalhos confeccionados pelos artesãos cadastrados na Semtepi.

Desde abril, houve mais de 260 oportunidades de exposições e comercialização de produtos, e no mês de julho, o faturamento total dos artesãos foi de R$ 11.154.

Via SEMCOM PMM

Postagens relacionadas

Prefeitura forma mais de 50 participantes na 5ª turma do curso ‘Formação de Startups’

Jamil Maciel

Festival Folclórico do Amazonas atrai um público de mais de 10 mil pessoas na quinta noite de evento

Paulo Apurina

O mistério de Jesus: por que Ele ministrou aos publicanos e pecadores?

Paulo Apurina