AMAZONAS EDUCAÇÃO SAÚDE

Cães e gatos contraem dengue? Veterinária esclarece dúvidas e faz alerta

Com mais de 2,5 mil casos confirmados de dengue no Amazonas em 2024, segundo relatório da Fundação de Vigilância em Saúde divulgado na semana passada, uma preocupação que aflige cada vez mais tutores de pets é se cães e gatos também podem contrair a doença.

De acordo com a professora e diretora do Hospital Veterinário Nilton Lins (HVet), Gigliola Clark Pontes, a boa notícia é que os pets não pegam dengue, mas a especialista alerta que o Aedes Aegypti pode transmitir aos cães uma doença chamada dirofilariose.

Conhecida vulgarmente como ‘verme do coração’, a dirofilariose é uma patologia parasitária que migra para o órgão provocando coágulos.

“Apenas em casos extremamente raros atinge gatos, mas os cachorros são os hospedeiros definitivos, nos quais o parasita consegue se desenvolver, tornar-se adulto e desencadear os sintomas e a patologia”, afirmou a especialista.

SINTOMAS
A professora explica que o parasita é mais comum em regiões litorâneas, mas a migração de animais portadores da doença para o Amazonas, aliado à proliferação do Aedes nesta época do ano, possibilitou que fossem registrados muitos casos nos últimos meses.

“Essa patologia não era mais descrita no Amazonas faz algum tempo, mas nos últimos meses, médicos veterinários estão diagnosticando sua presença por meio de exames. Não são números elevados, mas já representam um sinal de alerta”.

Gigliola Pontes acrescenta que entre os principais sintomas que os tutores devem ficar atentos nos pets são cansaço, emagrecimento, tosse, mucosas azuladas e dificuldade respiratória, em casos mais graves.

TRATAMENTO

Além das medidas amplamente divulgadas para combater o Aedes Aegypti, a professora destaca que uma medida para prevenir a contaminação dos animais é o uso de repelentes adequados.

O tratamento nas fases iniciais é feito com vermífugos e dependendo da gravidade da lesão, serão necessários outros procedimentos e medicações. Em caso de dúvidas, a professora indica a procura imediata de um profissional veterinário antes do uso de qualquer medicação.

O Hospital Veterinário Nilton Lins, no bairro Parque das Laranjeiras, destaca-se por uma ampla variedade de serviços especializados a preços acessíveis para todo o público. Com uma moderna estrutura, o hospital atende de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, e aos sábados, das 8h às 12h. Para mais informações estão disponíveis o Whatsapp (92) 9.9347-3308 e o Instagram @hvetniltonlins.

Foto: M. Rocha

Via Press Comunicação Estratégica

#alerta #dengue #pets #cãesegatos #aegypti #hnl #uniniltonlins #saúde #educação #amazonas

Postagens relacionadas

Asfalta Amazonas: Governador Wilson Lima vistoria início de obras de recuperação viária na comunidade Coliseu I, na zona leste de Manaus

Jamil Maciel

Prefeitura de Manaus oferece 29 pontos de vacinação contra a Covid-19 nesta sexta-feira, 6/8

Paulo Apurina

Fapeam recebe inscrições para o Programa Ciência na Escola

Jamil Maciel
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights