CULTURA

Carnaval na Floresta: campanha contra o assédio e violência terá postos de acolhimento e orientação para brincantes

Ações integram planejamento para evitar violações de direitos humanos

Para prevenir violações de direitos humanos e conscientizar a população, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), vai levar para as ruas a campanha “Carnaval na Floresta – Livre de Assédio e Preconceito”. Durante todo o período carnavalesco, serão realizadas ações nas principais bandas e blocos de rua, além do Desfile das Escolas de Samba de Manaus e o Carnaboi 2024.

As atividades são para garantir os direitos das mulheres, idosos, crianças e adolescentes, e pessoas com deficiências (PcD). Além das tradicionais abordagens, o executivo estadual vai ampliar a sua atuação para a campanha abrindo postos de atendimento para vítimas e garantir uma ação de cidadania.

Para 2024, uma das novidades é o Posto de Acolhimento da Sejusc, o espaço será montado no Desfile das Escolas de Samba de Manaus e no Carnaboi, para receber vítimas de violência e assédio. Uma equipe técnica psicossocial irá atuar no local, com o apoio das equipes de saúde e segurança, acolhendo a população, direcionando os casos e tomando as medidas cabíveis em cada denúncia ou abordagem.

Outra novidade para os dois eventos é a Central de Achados & Perdidos, que vai funcionar com foco em recolher documentos encontrados durante os desfiles. O público poderá fazer a retirada dos documentos no posto da Sejusc durante o evento ou posteriormente, no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) do bairro Parque 10 de Novembro.

Abordagens orientativas

As ações preventivas ao público com informações acerca das violações de direitos humanos e apresentação de canais de denúncias continuam neste Carnaval. Este ano, mais de 200 profissionais estarão envolvidos no período carnavalesco.

As equipes estarão distribuídas estrategicamente entre os eventos, tanto para ações de prevenção, quanto para orientar pais e responsáveis sobre a presença de crianças e adolescentes, conforme a Portaria de Grandes Eventos, da Justiça do Amazonas.

Campanha

A campanha “Carnaval na Floresta – Livre de Assédio e Preconceito” será reforçada com os organizadores das festas, através da disponibilização de vídeos orientativos e material gráfico. Uma cartilha digital com os principais canais de denúncia e formas de identificar uma violência está disponível no site www.sejusc.am.gov.br, na aba Cartilhas e Informativos e pode ser acessada pelos brincantes.

Caso os organizadores tenham interesse em aderir o material, eles podem ser solicitados via e-mail ascom.sejusc@gmail.com

Fonte: Sejusc

Foto: Ygson França

Postagens relacionadas

Roberto Cidade participa de entrega de obras e abertura da 1ª  Olimpíada Indígena Saterê Mawé, em Maués

Paulo Apurina

Trecho da Eduardo Ribeiro será interditado para ‘Missa de Corpus Christi’

Jamil Maciel

Casa de Praia Zezinho Corrêa comemora aniversário coletivo de bandas musicais de rock

Jamil Maciel
Verified by MonsterInsights