MANAUS

Com projeto arquitetônico da prefeitura, Iphan-AM e Arquidiocese assinam ordem de serviço para reforma de igrejas históricas na capital

Com projetos básicos, executivos, orçamentos e planilhas desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus, via Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), nesta quarta-feira, 31/1, foi assinada a ordem de serviço para realização de reforma de igrejas históricas da capital.

A assinatura foi realizada entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) Amazonas, com a Arquidiocese de Manaus, contando com recursos de emendas parlamentares da bancada federal, para obras nas igrejas da Matriz, na Nossa Senhora da Conceição, na Nossa Senhora dos Remédios e na de São Sebastião.

Para o arcebispo metropolitano da capital, Dom Leonardo Steiner, trata-se de um momento singular para a cultura, a fé e o patrimônio. “Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a disponibilidade da prefeitura, via Implurb, na execução dos projetos importantes para cuidar do nosso patrimônio, que é da cidade, mas também do Estado do Amazonas. E essa colaboração permitiu que o projeto pudesse caminhar e chegar até aqui. Sem essa assessoria e trabalho do Implurb não teríamos como encaminhar as obras”, afirmou o arcebispo.

Durante seis meses, técnicos e profissionais do instituto trabalharam para desenvolver os projetos arquitetônicos, executivos, especificações e orçamentos visando a recuperação e revitalização dos bens. O Iphan-AM fez, ainda, os editais e a licitação para as obras.

O diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente, frisou que o prefeito David Almeida tem como determinação a valorização, valoração e investimento no patrimônio cultural da capital, o que se consolida em mais uma ação com a reforma das igrejas históricas. “Temos um termo de cooperação com o Iphan-AM e alinhamos nossas ações, e agora começam as obras efetivamente. Contamos ainda com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas e o Implurb segue à disposição da Arquidiocese, Iphan e da cidade de Manaus para contribuir, reabilitar e resgatar parte da história edificada, da história social e da história arquitetônica do centro da capital”, afirmou Valente.
Ele acrescentou que a esses projetos se somam outras intervenções, como as do “Nosso Centro”, já em obras, como o mirante Lúcia Almeida, casarão Thiago de Mello, largo de São Vicente e Píer Turístico, além dos retrofits de projetos habitacionais desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Semhaf), trabalhando junto ao Ministério das Cidades. “O prefeito David Almeida tem o compromisso em melhorar a qualidade de vida, a urbanidade, em resgatar e reabilitar o nosso Centro, que vai retomar a pujança que tinha e merece voltar a ter. As reformas das três igrejas se somam a essa nova dinâmica promovida na gestão atual, beneficiando a sociedade até o turismo religioso”, completou.

Para a superintendente do Iphan-AM, Beatriz Calheiros, a assinatura da ordem de serviço é uma realização importante para a capital, a partir da disponibilidade de uma emenda da bancada federal do Amazonas e que beneficia o patrimônio histórico amazonense.

“Todos aqueles que são recebidos aqui, a partir do turismo, das atividades artísticas e culturais, da religião, são envolvidos pelo significado desses edifícios para a nossa cidade, olhando para o rio, recebendo a população do interior, tantos trabalhadores, pescadores, visitantes, um lugar de fé, um lugar que independente das crenças recebe tantos”, disse a superintendente.

Beatriz ressaltou que esse patrimônio é vivo e vai além da edificação, possibilitando o aconchego, o consolo e a identificação enquanto amazonenses e manauaras. “É sobre a nossa história que nós estamos falando. Essas igrejas são centenárias e há mais ou menos 20 anos não passam por reformas estruturantes, incluindo recursos e atualizações como combate a incêndio, sistemas de vigilância, hidráulica, acessibilidade, e outros bens. E essa reforma será um marco para nossa história”.

Fonte: Semcom

Foto: Phil Limma

Postagens relacionadas

ILUMINAÇÃO – Ageman notifica Manausluz por falta de acesso ao sistema de controle remoto das luminárias públicas

Vilhena

Prefeitura avança em obras emergenciais na cidade de Manaus

Vilhena

Permissionários da Prefeitura de Manaus participam de palestra sobre manuseio de alimentos

Jamil Maciel
Verified by MonsterInsights