ECONOMIA

Confiança da construção tem quarta alta consecutiva, diz FGV

Índice subiu 0,6 ponto para 96,3, em escala que vai de zero a 200

O Índice de Confiança da Construção (ICST), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 0,6 ponto na passagem de julho para agosto deste ano. Essa foi a quarta alta consecutiva do indicador, que atingiu 96,3 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, mesmo patamar de março de 2014.

A alta da confiança do empresariado brasileiro da construção foi puxada pelo Índice de Situação Atual (ISA-CST), que mede a confiança no presente e que avançou 2,5 pontos, atingindo 91,9 pontos, maior nível desde dezembro de 2020 (92,4 pontos).

O Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, recuou 1,3 ponto e atingiu 100,9 pontos, após três altas consecutivas.

“Vale notar que a percepção predominante voltou a ser de que o cenário atual é melhor que o de antes da pandemia, corroborando as projeções de retomada do setor”, afirma a pesquisadora da FGV Ana Maria Castelo.

VIA AGÊNCIA BRASIL

Postagens relacionadas

Receita abre consulta ao 1º lote de restituição do Imposto de Renda

Paulo Apurina

Resolução do CAS busca fomentar manufatura com insumos regionais na Amazônia Ocidental

Paulo Apurina

Presidente entrega medida provisória do novo Bolsa Família

Paulo Apurina