BRASIL

Covid-19: 711 pessoas morreram no DF após a primeira dose de vacina

A vacinação não impede a reinfecção nem a evolução para quadros mais graves, inclusive morte. Por isso, o secretário ressaltou a relevância de manter as medidas de prevenção contra o novo coronavírus

Desde o início da campanha de vacinação contra a covid-19, 711 pessoas morreram em decorrência da reinfecção com o novo coronavírus depois de tomar a primeira dose de vacina. Quando consideradas as pessoas totalmente imunizadas, com as duas doses, foram registrados 263 óbitos oriundos de complicações resultantes da covid-19.

O balanço foi apresentado pelo secretário de Saúde do Distrito Federal, Osnei Okumoto, em entrevista coletiva realizada hoje (21), na sede do governo distrital, em Brasília.

O Distrito Federal vacinou até o momento 1.124.480 cidadãos com a primeira dose, o equivalente a 38,31% da população e a 50,63% da população acima de 18 anos. Já com as duas doses e com dose única foram imunizadas, respectivamente, 416.927 e 45.048 pessoas, o equivalente a 15,13% do conjunto dos moradores na capital e a 20% dos residentes com mais de 18 anos, público alvo da vacinação.

O secretário de Saúde destacou que é preciso considerar os efeitos positivos da campanha de vacinação nas quedas de casos de covid-19 e mortes e internações em consequência da doença.

“Isso evidencia que as vacinas são suficientemente necessárias para que possa diminuir os casos de transmissão e óbito. Tivemos número elevado de pessoas contaminadas, mas tivemos óbitos relativos em número bem menor, quando comparado com a primeira onda”, pontuou.

Contudo, a vacinação não impede a reinfecção nem a evolução para quadros mais graves, inclusive morte. Por isso, o secretário ressaltou a relevância de manter as medidas de prevenção contra o novo coronavírus.

“A gente continua sempre alerta para que pessoas usem máscara, lavem as mãos, usem o álcool em gel e evitem aglomerações. Mesmo sendo vacinados, podemos adquirir o vírus e ter as complicações”, declarou.

Via Agência Brasil

Postagens relacionadas

STF cria ferramenta para classificar processos em diretrizes da ONU

Paulo Apurina

Regras para Eleição de 2022 são prioridade do Senado Federal nos próximos dias

Paulo Apurina

CUIDADO COM O GOLPE!!! Receita Federal alerta para golpe de saque imediato da restituição do IRPF

Paulo Apurina