SAÚDE

Curso de Medicina da Nilton Lins é destaque no Ranking 2023 da Folha de SP

O jornal Folha de São Paulo divulgou ontem (13), o aguardado ranking dos cursos de graduação brasileiros em 2023, no qual o curso de Medicina da Universidade Nilton Lins conquistou o segundo lugar entre os melhores do Estado, logo após a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que ficou com a primeira colocação de acordo com a avaliação.

Com uma trajetória de mais de 30 anos na formação de profissionais da Saúde em Manaus, o curso de Medicina da Nilton Lins destaca-se não apenas por sua posição no ranking, mas também por sua estrutura ampla e moderna, que inclui laboratórios de última geração e o renomado Núcleo de Inovação Tecnológica em Saúde.

A reitora da instituição, Gisélle Lins Maranhão, enfatiza os diferenciais que colocaram o curso da Nilton Lins em evidência, entre eles a alta capacitação do corpo docente, uma estrutura única entre as graduações no Estado e a aplicação de novas abordagens e metodologias educacionais.

“No ano em que a Nilton Lins completa 35 anos de fundação, estamos formando a 33ª turma de Medicina neste semestre, somando mais de 1,2 mil médicos graduados. Temos uma estrutura sólida e em constante aperfeiçoamento, incluindo quatro residências médicas, hospital próprio e um compromisso contínuo com a formação de profissionais éticos e cidadãos para o Amazonas e todo o País”, ressalta a reitora.

Um dos diferenciais do curso é a parceria estratégica com o Hospital Nilton Lins. Desde os primeiros períodos do curso, os acadêmicos têm a oportunidade de vivenciar a prática diária em um dos centros de saúde mais importantes do Estado. Essa colaboração proporciona aos estudantes a chance de aprofundar seus conhecimentos e trocar experiências com profissionais e especialistas de destaque em Manaus.

A Reitora também destaca a relevância dada às disciplinas relacionadas à ‘Saúde 4.0’. O curso na Nilton Lins está na vanguarda ao adotar e valorizar essas disciplinas, que incorporam as últimas tecnologias na área médica e permitem inovações significativas no tratamento dos pacientes, alinhando os futuros médicos com os avanços da medicina moderna.

Ainda de acordo com o Ranking, entre os 306 cursos avaliados em todo o País, três instituições do Estado ficaram entre as 50% mais bem colocadas (pela ordem): Universidade Federal do Amazonas, Universidade Nilton Lins e Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Fonte: Assessoria de Imprensa da Universidade Nilton Lins

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Hospital Platão Araújo revitaliza espaços para humanizar atendimento aos pacientes

Vilhena

Perfil epidemiológico da esporotricose é apresentado para o CMS/Manaus

Jamil Maciel

Universidades e colégios federais do Rio adiam volta às aulas

Jamil Maciel
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights