BRASIL ECONOMIA

Gasolina sobe pela 8ª semana seguida e já muda hábito do consumidor

Valor médio do litro segue acima dos R$ 6; etanol também aumentou nos postos

O valor médio da gasolina aumentou nos postos do Brasil pela oitava semana seguida, de acordo com um levantamento divulgado na sexta-feira (24) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP).

Nas bombas, o preço da gasolina comum está em torno de R$ 6,092 por litro ante R$ 6,076 registrados na semana anterior.

Seu concorrente direto nos postos de combustível, o etanol, também teve elevação, com valor médio subindo de R$ 4,704 para R$ 4,715.

O óleo diesel, o combustível mais consumido em todo o país, recuou levemente de R$ 4,709 para R$ 4,707, aponta a ANP.

De acordo com uma pesquisa feita pela empresa Ticket Log, a valorização da gasolina em 2021 já chega a 30%.

Por serem derivados do petróleo, os combustíveis seguem o valor da commodity no mercado internacional, pressionado pela alta demanda das economias mundiais em meio a um período de pós-pandemia.

Somada à maior desvalorização do real em relação ao dólar, a cotação mais elevada do petróleo impacta diretamente no custo de vida dos brasileiros, que passam a pagar mais caro por alimentos, energia elétrica, etc.

E é claro que tudo isso passou a afetar determinados hábitos dos consumidores. Um estudo feito pela Rede Nossa São Paulo (RNSP) mostra que, em um ano, aqueles que apontam a alta do combustível como principal motivo para reduzirem o uso de veículo próprio passou de 4% em 2020 para 35% em 2021, somente na capital paulista.

Via Conexão Política

Postagens relacionadas

Câmara aprova retomada da gratuidade no despacho de bagagens

Paulo Apurina

Vice-presidente chega a Dubai para promover comércio e investimentos

Paulo Apurina

Covid-19: mais de 1 milhão de adolescentes já foram vacinados

Paulo Apurina