ESPORTE

Histórias de superação marcam a Maratona Internacional de Manaus 2023

O complexo turístico Ponta Negra, zona Oeste, será palco da largada da Maratona Internacional de Manaus, que acontece, neste domingo, 15/10, com a participação de milhares de atletas locais, nacionais e de, ao menos, 20 países estrangeiros. O evento, que tem apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Manaus Esporte (FME), reúne histórias de superação a cada passo dado rumo à linha de chegada.

Experiência incrível e desafiadora. É assim que o designer Iguatemy Vaz de Albuquerque, 43 anos, define a sua estreia na Maratona Internacional de Manaus, em 2022, quando disputou a bateria dos 21 quilômetros, cravando o tempo de três horas. Motivado, desde janeiro deste ano, ele tem se preparado com treinos direcionados e muita determinação para enfrentar a prova principal, de 42 quilômetros, pela primeira vez, na edição deste ano. O designer integra um grupo com 160 corredores.

“Nós estamos vindo de uma preparação focada em treinamentos e planilhas específicas. É um treinamento bem difícil, mas não é impossível chegar ao objetivo. A poucos dias da maratona, o que a gente treinou já está resolvido e, agora, é um trabalho mais psicológico, é curtir a prova, esse momento e aproveitar todo o percurso”, disse.

A distância de 42 quilômetros é a mais aguardada pelos atletas profissionais vindos de outras regiões do Brasil e do mundo em busca de desafio e experiência. Para Iguatemy, que venceu a obesidade em 2020 após mudar a vida por completo com a corrida, a linha de chegada da maratona é mais um obstáculo a ser vencido, e incentiva para que mais pessoas prestigiem o evento esportivo.

“A maratona já acontece domingo e quem não vai correr pode ir curtir e aproveitar a estrutura, vai ser muito legal. É importante apoiar os atletas e, com certeza, nós vamos fazer uma excelente festa”, completou Iguatemy.

Treinando no mesmo grupo do designer, Maria Candelária Valente, mais conhecida por ‘Cande’, vai participar, pela primeira vez, da maratona nos 5 quilômetros, que pode ser feita caminhando. A meta, segundo a corredora de 63 anos, é completar o percurso em até 30 minutos. Com apoio da família, ela é a prova de que a corrida é democrática e não tem idade.

“Eu comecei a participar de trilhas e corridas por questão de saúde, e isso melhorou muito a minha vida. Este ano, é minha estreia na maratona e estou bem empolgada. Para mim, não existe ninguém que seja incapaz, todos somos capazes e precisamos ser pessoas ativas, principalmente quem é idoso. Vamos fazer atividades, a prefeitura tem vários grupos no qual podemos participar e curtir o melhor da nossa vida, que é o hoje”, declarou.

A Maratona Internacional de Manaus conta com os percursos de 5, 10, 21 e 41 quilômetros, que passarão pelas principais ruas da capital amazonense. Para todas as baterias, a largada e chegada será na Ponta Negra. O diretor de esportes da FME, João Paulo Janjão, afirmou que, em 2022, o evento cumpriu todas as expectativas da organização e destacou os preparativos para a edição deste ano.

“Esta é a quarta edição da Maratona de Manaus, ano passado a prefeitura abraçou o evento e tomou uma proporção que ninguém imaginava e, hoje, ela é a ‘Maratona do Brasil’. É uma maratona no meio da floresta amazônica, em meio a tudo que a gente está vivendo do colapso climático, ainda tem um significado a mais, porque, em 2022, a gente bateu 4 mil pessoas e, este ano, a gente vai dobrar. Então, os preparativos estão a todo vapor, tudo acontecendo conforme o planejado e vai ser uma grande festa domingo”, adiantou Janjão.

Considerada a maior corrida de rua da região Norte do Brasil, a maratona de Manaus tem crescido a cada ano e virou uma oportunidade de promover esporte e saúde para a população. O evento, de acordo com o diretor, é mais uma ferramenta da prefeitura para incentivar a prática esportiva com foco na qualidade de vida e superação.

“Com apoio da prefeitura, daqui há dois, três anos, a expectativa é atingir 15 mil pessoas aqui e isso é, sem dúvida nenhuma, um sonho para qualquer esportista. O nosso prefeito também entende que o esporte é uma ferramenta social de mudar a vida das pessoas, principalmente com relação ao sedentarismo e doenças. Então, o esporte está acontecendo em Manaus. Estamos trabalhando firme para que o esporte cada vez mais transforme a vida da população manauara”, finalizou.

Fonte: Semcom

Foto: Clóvis Miranda

Postagens relacionadas

Flamengo vota o novo contrato com a Adidas; veja os detalhes do novo modelo de camisa da parceria

amazonaspix@gmail.com

Prefeitura inicia 23ª edição dos Jogos dos Núcleos da Fundação Manaus Esporte

Jamil Maciel

Prefeito David Almeida determina criação de terceira área de esporte e lazer em área de erosão recuperada

Jamil Maciel
Verified by MonsterInsights