POLÍCIA

Homem morto e queimado em Japurá é identificado

Japurá- AM | O homem que foi morto e queimado por supostamente ser ‘pirata do rio’ no município de Japurá foi identificado como Elbo Felipe da Silva. Além de Elbo, outros três homens foram linchados pela população.

De acordo com informações do 4° Grupamento de Polícia Militar (GPM), os policiais revistaram a lancha e encontraram 02 rifles calibre 22, 01 rifle calibre 44 e 15 munições calibre 22.

Dois homens estão sob custódia, são eles Francisco Gomes Ramos e Nivaldo de Souza, e um está desaparecido, conhecido apenas como Augusto.

Ainda segundo a GPM, a população tentou invadir o prédio do Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Japurá para retirar os presos.

O filho da vítima divulgou diversos áudios lamentando a morte de seu pai de forma trágica. Ele alega que seu pai só queria sustentar a família quando foi acusado de ser ‘pirata do rio’.

“Não era pirata. Meu pai só estava colocando gasolina na lancha junto com meu cunhado que eles iam para o garimpo levar gasolina e voltar para Tefé, só isso. Os caras chegaram e tacaram fogo no meu pai. Meu pai só trabalha uma vez na vida para ganhar o dinheirinho dele e depois voltar. Graças a Deus eu sou uma pessoa honesta por causa dele. Nunca usei droga na minha vida, nunca cheirei um pó, nunca fumei uma maconha”, disse.

Postagens relacionadas

‘Morreu inocente’, diz mãe de jovem vítima em abordagem policial em Manaus

Ivan Nobre

Cabeça e parte inferior do tronco de corpo são encontradas em Manaus

Ivan Nobre

Guarda Municipal intensifica patrulha na Ponta Negra com veículos entregues pelo prefeito David Almeida

Jamil Maciel