AMAZONAS

Humaitá: Idam garante acesso de mais 25 produtores rurais ao PAA Indígena

Em parceria com a Fepiam e Funai, instituto realizou cadastramento e prestou informações aos trabalhadores interessados em participar da iniciativa

Em Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus), mais 25 produtores rurais indígenas estão aptos a participar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Indígena, iniciativa voltada exclusivamente para os povos originários. O acesso ao programa se deu por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal e Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), em ação conjunta de cadastramento com a Fundação Estadual dos Povos Indígenas do Amazonas (Fepiam) e Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai).

De acordo com a unidade local (UnLoc) do Idam em Humaitá, a ação iniciou na Aldeia Marmelo, distante 123 quilômetros da sede do município. No local, foram cadastrados 14 produtores rurais indígenas no programa. Os trabalhadores também participaram de uma palestra, onde tiraram dúvidas e obtiveram mais informações sobre como participar do PAA Indígena.

E nas aldeias Pupunha e Traíra mais 11 trabalhadores garantiram o acesso ao programa. “As ações não param por aí. Vamos visitar, ainda, as aldeias Vila Nova, Juí, Paranã Pykahua e Kwaiari. A nossa meta é cadastrar, no mínimo, mais 50 produtores no PAA Indígena”, ressaltou o gerente da unidade local de Humaitá, Luiz Freire.

O cadastramento nas aldeias Marmelo, Traíra e Pupunha ocorreram da sexta-feira (26/01) até esta terça-feira (30/01).

Orientação em Tonantins

Além de Humaitá, produtores rurais de Tonantins (a 865 quilômetros de Manaus) também tiveram acesso a informações sobre o PAA Indígena. Na sexta-feira (26/01), técnicos do Idam se reuniram com membros da Associação dos Produtores Rurais do Município de Tonantins (ASPRORT) para divulgar os editais PAA Indígena e da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (Seduc).

De acordo com o gerente da UnLoc do Idam em Tonantins, José Dirley, a unidade local está de portas abertas aos produtores rurais indígenas interessados em obter mais informações sobre o programa e como participar da iniciativa. “Nossa expectativa é elevarmos o número de inscritos para as chamadas públicas, garantindo dignidade, emprego, renda e, consequentemente, melhorando a qualidade de vida das famílias assistidas pelo Idam”, concluiu o gerente.

Fonte: Idam

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Aplicação da segunda dose de vacina em adolescentes começou neste sábado, (09) na cidade de Manaus

Paulo Apurina

Amazonas já aplicou 6.889.127 doses de vacina contra Covid-19 até esta terça-feira (26/04)

amazonaspix@gmail.com

Iluminação de LED chega a Belém do Solimões, segunda maior área indígena do país

Paulo Apurina
Verified by MonsterInsights