BRASIL ESPORTE

Nadadora do “Manaus Olímpica” fatura bicampeonato brasileiro de Águas Abertas em Santa Catarina

A atleta amazonense Angelynne Victória, do programa “Manaus Olímpica”, da Prefeitura de Manaus, coordenado pela Fundação Manaus Esporte (FME), representou a “Cidade Sul-Americana do Desporto” na segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Águas Abertas, realizado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), de 1º a 3 de maio, em Itajaí (SC). 

Na categoria infantil 2, a adolescente de 14 anos de idade chegou em primeiro lugar nas provas de 5 quilômetros e 10 quilômetros. O primeiro ouro veio com o tempo de 1 hora, 22 minutos e 23 segundos na prova de 5 quilômetros. Já no trajeto de 10 quilômetros, ela precisou de 2 horas, 25 minutos e 47 segundos para cruzar a linha de chegada e cravar mais uma conquista. 

A nadadora amazonense vem colecionando grandes campanhas em nível nacional, sempre bem posicionada. Em 2023, Angelynne sagrou-se tetracampeã brasileira na mesma competição, e segue crescendo na modalidade. O diretor-presidente da FME, Aurilex Moreira, destaca a regularidade de Angelynne nas disputas. 

“Dentre os grandes talentos que o Manaus Olímpica apoia, a Angelynne tem um potencial muito grande. Ela, o Gabriel Castro, a Pietra Menezes sempre trazem muitos resultados bons aqui para Manaus quando disputam competições nacionais. E, nós, enquanto prefeitura, ficamos muito felizes em poder apoiar esses atletas. Seguimos juntos para que eles consigam alcançar o êxito de representar nosso país e nossa cidade em uma Olimpíada futuramente”, afirmou. 

A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Águas Abertas serviu como seletiva para o Campeonato Mundial Júnior, que vai acontecer na Itália, em setembro deste ano. Apesar dos grandes resultados nas águas catarinenses, Angelynne ficou com o quinto melhor tempo e, por ora, não alcançou classificação, mas a jovem não se abala e mira os próximos desafios.  

“Essa competição foi bem difícil, porque a água estava muito gelada, o clima estava frio. Mas, com esse desempenho, cheguei a dez títulos brasileiros. Então, estou muito feliz. Mesmo tendo ficado em quinto lugar geral na seletiva para o mundial, foi positivo, pois eu nadei com meninas mais velhas. Eu acho incrível fazer parte do programa Manaus Olímpica, que é muito importante para o meu crescimento como atleta e por me dar a oportunidade de participar das competições representando Manaus em vários lugares”, disse a atleta campeã.

E finalizou agradecendo o apoio da Prefeitura de Manaus. “Vou continuar treinando muito para alcançar meus sonhos. Obrigada prefeitura e Fundação Manaus Esporte pelo grande incentivo aos atletas de Manaus”, declarou Angelynne.

—-

Texto e fotos – Divulgação / FME

#campeonatobrasileirodeaguasabertas #fme #pmm #manaus #amazonas #sc

Postagens relacionadas

Preso, Anderson Torres se mantém em silêncio no depoimento à PF

amazonaspix@gmail.com

Saúde: Lula reforça papel do SUS para oferta de saúde de qualidade

Paulo Apurina

Em depoimento à PC sobre ferimentos inexplicáveis, Joice ataca novamente GSI e diz não confiar na PF

Paulo Apurina
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights