ECONOMIA

Prefeitura destaca ações de fomento para os 1,3 mil empreendedores

Empreendedora há mais de seis anos, Margareth Travassos transformou a fonte de renda da família a partir da arte produzida pelas próprias mãos: o artesanato. Com os incentivos da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), nos últimos três anos, foram geradas mais de 4 mil oportunidades de vendas, para os 1.300 empreendedores da Economia Solidária e Criativa. No Dia do Artesão, celebrado em 19 de março, destacam-se as ações que beneficiam essa categoria.

Desde 2021, a Semtepi já proporcionou 172 feiras de artesanato itinerantes ou fixas, com 4.257 vagas para exposição e o faturamento histórico de R$ 2.830.845,76 para os artesãos. De acordo com os dados do Departamento de Economia Solidária e Criativa (Desc), mais de 1,3 mil empreendedores estão cadastrados no sistema e, destes, mais de 90% são artesãs, comportando um número significativo de 159 homens e 1.212 mulheres, incluindo Margareth Travassos.

“Não imaginava o meu potencial nesse ramo e hoje já não me vejo sem ele. Os cursos que a Semtepi ofereceu são maravilhosos. Tive a oportunidade de participar das feiras em diversos locais diferentes. Quero agradecer por todo empenho e carinho que a equipe tem conosco, e aproveito para parabenizar a todos os artesãos, que Deus abençoe nossas mãos e que nunca nos falte criatividade”, frisou a proprietária do M&V Ateliê, que trabalha com artesanato em MDF, utilizando técnicas de decoupage, scrap decor e pintura em imagens sacras.

Uma pesquisa do Desc revelou que mais de 70% dos empreendedores cadastrados deixaram outras ocupações para se dedicarem exclusivamente ao artesanato e à economia criativa. Muitos participam do rodízio semanal de vendas da Feira de Artesanato no calçadão do complexo turístico Ponta Negra, zona Oeste de Manaus, que agora é fixo desde janeiro.

De acordo com o secretário da Semtepi, Radyr Júnior, além das vagas em exposições, os artesãos também estão sendo devidamente qualificados para conduzirem seus negócios.

“Hoje é o Dia do Artesão, certamente, é uma data importante para a Semtepi, pois conseguimos criar uma política pública assertiva para que eles possam se viabilizar e potencializar suas atividades. Dentro dessa esteira, fomentamos a vida e o empreendedorismo do artesanato com cursos pontuais de qualificação, a partir dos programas criados para acelerar seus negócios. Criamos espaços, promovemos feiras, ações itinerantes e incluímos a categoria em quase todas as ações que tinham relação com atividades empreendedoras. Parabenizamos os artesãos e firmamos o compromisso de poder melhorar ainda mais o empreendimento deles”, destacou o secretário Radyr.

Entre as iniciativas promovidas, estão os cursos de qualificação: “English Manaus”, “Salto Aceleradora de MEIs”, “Empretec”, além de outras oficinas. Para 2024, o objetivo é ampliar o número de capacitações e criar a Carteira Municipal de Empreendedor da Economia Solidária e Criativa. Aprovado para entrar em vigor, o processo de execução do cartão já está em fase final, com a criação do novo site de cadastramento, que, em breve, será divulgado para novos cadastros.

“Estamos na fase final de confecção da carteirinha da Economia Criativa, que vai trazer benefícios tanto para o artesão quanto para o próprio departamento. A partir dela, a categoria passará a ser identificada nos eventos promovidos em diversos espaços da cidade. Uma das vantagens do uso do cartão é o reconhecimento pelo poder público, além de nos auxiliar com um melhor controle dos empreendedores cadastrados”, explicou o diretor do Desc, Arllen Melo.
Para a empreendedora Mariana Carneiro, fundadora da “Artesanato Regional Marystylle”, que trabalha há 14 anos com produtos de souvenir, as oportunidades são tantas que ela decidiu envolver a própria família no trabalho.

“Posso dizer que o artesanato representa muita coisa para mim, porque comprei minha casa e carro a partir do meu ofício. Em nossa produção familiar, os caroços de tucumã e sementes de açaí que iriam para o lixo são reaproveitados. Agradeço muito a Prefeitura de Manaus por ajudar muitos artesãos a divulgarem seus trabalhos nas feiras”, descreveu a artesã.

Data

O Dia do Artesão, celebrado em 19 de março, é uma ocasião especial dedicada a homenagear e reconhecer a importância dos artesãos em todas as sociedades. De acordo com a tradição cristã, a data foi estabelecida por conta do padroeiro dos artesãos, São José, esposo da Virgem Maria e pai adotivo de Jesus Cristo.

Fonte: Semtepi

Foto: Rafael Gama

Postagens relacionadas

FGTS: Faça o cálculo para saber quanto você pode receber do lucro de 2020

Paulo Apurina

Prefeitura de Manaus realiza palestra sobre ‘Técnica de Manuseio de Alimentos’ para feirantes municipais

Jamil Maciel

Abono salarial de 2019 esquecido por trabalhadores já pode ser pedido

Paulo Apurina
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights