EDUCAÇÃO

Professores da Semed participam da 1ª narrativa da Educação Infantil

Com o objetivo de qualificar a autoria intelectual dos professores da Educação Infantil, de modo que na documentação pedagógica as aprendizagens e o desenvolvimento integral das crianças se torne visível, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou, nesta quarta-feira, 13/3, o “1º Encontro Dialógico da Ação Narrativas Docentes na Pré-Escola: Observando as Infâncias a partir das Múltiplas Linguagens”. O evento aconteceu no auditório da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul, na avenida Maceió, zona Sul da capital.

As Narrativas Docentes na Pré-Escola é uma ação do Projeto “Documentando a Pedagogia das Infâncias”, que acontece desde 2022 e é coordenado pela Divisão da Educação Infantil (DEI). De acordo com a assessora pedagógica da DEI, Ana Caroline Fortes, o momento é para explicar como o educador deve transformar em algo teórico tudo aquilo que é produzido com as crianças.

“Toda a experiência em sala de aula será publicada no livro “Narrativas Docentes na Pré-Escola”, essa é uma oportunidade de divulgar o trabalho desenvolvido pelos educadores, de tudo o que acontece no dia a dia, na sala de aula, e valorizar a prática docente na fase pré-escola”, afirmou a assessora.

Estão envolvidos na ação, diretores ou pedagogos, professores e coordenadores da Educação Infantil das sete DDZs. No total, são 21 unidades de ensino, três por divisão.

Para o gestor do Centro Integrado Municipal de Ensino (Cime) Doutora Viviane Estrela Marques Rodella, Anderson Rodrigues, as narrativas docentes é um momento muito importante que qualificam a prática do professor e que também vai fomentar as ações do “Aprende+” na produção do livro.

“O Cime Viviane Estrela quer potencializar cada vez mais as ações do “Aprende+”, desenvolvendo a prática da cultura a escrita da criança da educação infantil. A criança pode adquirir experiências diante da vivência dela, respeitando a questão da infância e para isso o papel do professor é fundamental. Tudo isso será registrado para mostrar à sociedade como a educação das crianças da rede municipal de educação é trabalhada”, concluiu o gestor do Cime, localizado no Lago Azul, zona Norte e que atende cerca de 350 crianças de 4 e 5 anos, no 1º e 2º período.

Fonte: Semed

Foto: Ulisson santos

Postagens relacionadas

Em Silves: Cetam abre inscrições para cursos técnicos de tempo integral com bolsa de R$ 1.320

Paulo Apurina

Prefeitura realiza encontro com assessores de gestão e pedagógicos dos projetos ‘Aprende+’ e ‘Alfabetiza+’

Jamil Maciel

Fugindo das convenções: celebrando as festas em sua própria companhia

Paulo Apurina
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights