AMAZONAS

Proposta de Roberto Cidade reconhece Utilidade Pública da Associação de Moradores da RDS do Juma, em Novo Aripuanã

Reconhecendo a importância da Associação de Moradores Agroextrativista da Reserva de Desenvolvimento Sustentável – RDS do Juma – AMARJUMA para conservação ambiental e extrativismo sustentável, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade (UB), propôs o Projeto de Lei nº 1.184/2023, que declara a representação como Utilidade Pública. 

Situada em Novo Aripuanã (distante 1.373,7 quilômetros de Manaus), a sede da  RDS do Juma foi fundada em 28 de novembro de 2006 e tem como finalidade atender às 46 comunidades que formam a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Juma.

“A Associação de Moradores do Juma auxilia a todas as famílias da RDS, principalmente as mais carentes. A AMARJUMA desempenha um papel crucial no fomento ao desenvolvimento sustentável da região. A associação promove atividades econômicas que garantem a subsistência das comunidades locais sem comprometer a integridade do meio ambiente. Ao designá-la como Utilidade Pública fortalecemos a capacidade da associação em estabelecer parcerias e colaborações com entidades governamentais, não-governamentais e setor privado. Isso amplia a capacidade dela em implementar projetos e programas em benefício da comunidade local”, afirmou.

#utilidadepública ##reservadojuma #amazonas

Postagens relacionadas

Nomeados do concurso do Detran Amazonas iniciam na próxima segunda-feira a fase de avaliação pericial

Paulo Apurina

Governo do Amazonas parabeniza e concede medalha a policiais militares por maior apreensão de armas da história do Amazonas

Jamil Maciel

Cetam lança edital com mais de 12 mil vagas para cursos técnicos e especializações técnicas

Paulo Apurina
Verified by MonsterInsights