POLÍTICA

Roberto Cidade propõe isenção fiscal a empresas do estado do Amazonas que garantam vacinação de funcionários

Com o intuito de assegurar a imunização de trabalhadores da iniciativa privada, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV), enviou ao Governo do Estado um Anteprojeto de Lei que visa garantir isenções fiscais a empresas que estimularem a vacinação de seus funcionários.

Intitulado de “Programa de Vacinação dos Trabalhadores da Iniciativa Privada” (PVT-AM), a proposta define que pessoas jurídicas que aderirem ao programa poderão receber incentivos fiscais, por meio de deduções ou anistias a serem definidas pelo Governo.

Na avaliação de Roberto Cidade, a ideia do programa é que todos saiam ganhando. “O empresário terá incentivos fiscais e o Governo terá um parceiro no incentivo à imunização. É uma mão lavando a outra e todos saem ganhando”, destacou.

Desta forma, as empresas privadas poderão ajudar o Poder Público a cumprir com sucesso o Plano Nacional de Imunização (PNI) e evitar o surgimento de novas variantes do Sars Cov-2

“Já avançamos bastante na vacinação no Amazonas, mas precisamos criar mecanismos que incentivem ainda mais a população a se imunizar, e o sistema vacinal seja completado no tempo correto, para evitar o aparecimento de novas cepas. A vacina é a nossa arma mais eficaz contra o coronavírus. Além disso, um universo maior de imunizados vai permitir a retomada mais rápida da economia”, concluiu.

Anteprojeto

Anteprojeto de Lei é um instrumento no qual os parlamentares encaminham sugestão de criação de Lei ao Executivo e este, uma vez de acordo com a proposta, devolvem à Casa Legislativa um Projeto de Lei (PL) para ser deliberado pelos deputados.

Postagens relacionadas

Prefeito de Manaus David Almeida apresenta projeto de novas unidades de saúde garantidas por emendas parlamentares

Jamil Maciel

Presidente Roberto Cidade anuncia Plano de Cargos e salários dos servidores da Aleam

Paulo Apurina

Assembleia Legislativa do Amazonas se prepara para votar Projeto de Lei que regulamenta transporte aquaviário

Paulo Apurina