BRASIL POLÍCIA

TI Yanomami: governo destroi em janeiro duas aeronaves e 78 motores

Balanço é dos 22 primeiros dias do mês

As ações implementadas pelo governo federal na Terra Indígena Yanomami nos primeiros 22 dias de 2024 já resultaram na destruição de duas aeronaves, 78 motores, cinco motobombas e 2.500 litros de combustível utilizados pelo garimpo na região.

De acordo com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, foram apreendidos também radiocomunicadores, coletes balísticos e uma arma de fogo com munições e acessórios.

Durante todo o ano de 2023, ações similares resultaram na destruição de 39 aeronaves, 550 motores, 88 balsas, 52 barcos, 82 motores de popa e 5 mil metros de mangueira.

A fim de dar sequência às ações de proteção dos yanomami contra o garimpo ilegal, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou, no dia 10 de janeiro, uma comitiva à terra indígena, para uma análise técnica das condições atuais da região.

No dia 16 de janeiro, foi retomada a Operação Libertação. Deflagrada em 2023 com o objetivo de reprimir os crimes ambientais praticados na região, essa operação bloqueou e apreendeu mais de R$ 589 milhões apenas naquele ano, além de lavrar, por meio do Ibama, 173 autos de infração que aplicaram mais de R$ 60 milhões em multas. Os bens apreendidos têm valor estimado de R$ 94 milhões.

Via Agência Brasil

#polícia #direitosindígenas #garimpoilegal #brasil

Postagens relacionadas

Brasil está preparado para impactos econômicos da guerra, diz Tesouro

Paulo Apurina

Petrobras abre inscrição para concurso de nível técnico com 373 vagas

Paulo Apurina

Joice Hasselmann diz não lembrar como se feriu e tem cinco fraturas no rosto

Paulo Apurina
Verified by MonsterInsights