AMAZONAS POLÍTICA

Atividade econômica na ZFM é essencial ao desenvolvimento sustentável, diz Wilson Lima em conferência da Eletros

Governador discursou na abertura do encontro que discute importância do polo de ar-condicionado da Zona Franca de Manaus, o segundo maior do mundo

Na abertura da conferência “Indústria Brasileira de Ar-condicionado – o 2° maior polo fabricante do mundo”, promovida pela Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), nesta quinta-feira (26/10), o governador Wilson Lima destacou que a atividade econômica, em especial a desenvolvida na Zona Franca de Manaus (ZFM), têm papel fundamental no desenvolvimento sustentável na região amazônica.

O evento é realizado no auditório da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). Em seu discurso, o governador ressaltou que o Amazonas é o segundo maior centro de produção de ar-condicionado do mundo e reafirmou que o Governo do Estado tem trabalhado para garantir a segurança jurídica dos investimentos realizados na ZFM, com a manutenção dos incentivos fiscais do modelo.

“Hoje, o mundo trabalha para a criação de commodities verdes baratas, crédito de carbono e isso soa muito bem aos ouvidos do gringo, mas é algo que vai acontecer a médio e longo prazo. Talvez não estejamos aqui para ver isso acontecer. E eu tenho um problema que eu preciso solucionar agora no estado do Amazonas e a gente só soluciona quando gera atividade econômica, como tem sido gerado na Zona Franca de Manaus“, afirmou Wilson Lima.

Também participaram da abertura da conferência o presidente executivo da Eletros, José Jorge do Nascimento Júnior; o superintendente da Suframa, Bosco Saraiva; o vice-governador Tadeu de Souza; o prefeito de Manaus, David Almeida; o presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Caio André; o representante do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Fábio Henrique; e o presidente do Inmetro, Marcio Brito; além dos secretários estaduais Alex Del Giglio (Sefaz), Serafim Corrêa (Sedecti) e Giordano Bruno (PGE).

Polo de ar-condicionado da ZFM

Um dos principais exemplos de sucesso do modelo ZFM é ter concentrado no Polo Industrial de Manaus (PIM) o segundo maior polo fabricante de ar-condicionado do mundo, o que projeta o Brasil em posição de destaque na indústria global de eletroeletrônicos.

Com 13 fábricas instaladas, entre grandes marcas multinacionais e de capital nacional, o setor de ar-condicionado gera mais de 10 mil empregos diretos e 35 mil indiretos na região, com produção média anual de 4,5 milhões de unidades.

“Isso a gente só consegue por alguns fatores. Primeiro, por uma política industrial do Governo Federal estabelecida que dá condições para que a gente continue atuando dessa forma. Segundo, e com preponderância, graças ao Governo do Estado, que tem uma política de incentivo fiscal condizente e que atrai empresas e mantém as empresas aqui. Sem esse arcabouço tributário estadual dificilmente a gente teria esse ambiente de negócio”, afirmou o presidente da Eletros.

Programação da Conferência

Executivos e especialistas da Eletros e da indústria se revezam, neste primeiro dia de conferência, na apresentação de um conjunto de painéis que irão demonstrar o impacto do polo de ar-condicionado para a economia nacional, com destaque para as recentes transformações deste segmento que vem se tornando cada vez mais acessível, eficiente e sustentável.

Ainda nesta quinta, pela tarde, está programada uma visita à fabricante de ar-condicionado Electrolux do Brasil, instalada no Polo Industrial de Manaus e associada da Eletros. À noite, haverá um jantar com empresários e autoridades, com homenagem a personalidades de relevância para o setor, incluindo o governador Wilson Lima.

A programação continua na sexta-feira (27/10), com outra visita à fabricante de ar-condicionado do PIM, desta vez a Midea Carrier.

Fonte: Secom

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Governador Wilson Lima convoca 498 professores aprovados no PSS da educação

Paulo Apurina

Prefeitura de Manaus recebe visita de grupo de desbravadores no Centro de Cooperação da Cidade

Paulo Apurina

Ações da Base Fluvial Arpão em 2023 somam mais de R$ 12 milhões de danos ao crime

Vilhena
Verified by MonsterInsights