JUSTIÇA

Curso amplia debate sobre uso da Inteligência Artificial em auditorias no interior do Amazonas

Nesta quinta-feira (11), Rogério Rangel, auditor da Diretoria de Controle Externo dos Municípios do Interior (Dicami), e Arlesson Anjos, diretor de Inteligência Artificial do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), ministraram uma palestra em curso voltado aos auditores técnicos da Corte de Contas que irão atuar no interior do Amazonas.

A aula ocorreu na Escola de Contas Públicas (ECP) e abordou temas como contas de governo, contas de gestão, utilização da inteligência artificial para facilitar as análises de prestação de contas e os procedimentos usados em auditorias no interior do Estado.

Rogério Rangel ressaltou aspectos relacionados a prazos a serem cumpridos, notificações e acompanhamento com relatórios detalhados durante as auditorias. Já Arlesson Anjos abordou questões relacionadas ao manuseio e acesso ao sistema e-contas. O diretor falou ainda sobre a importância do suporte do banco de dados do Tribunal e de outras instituições, no fornecimento de informações mais detalhadas aos jurisdicionados.

Participante da palestra, José Augusto de Souza Melo, auditor na Diretoria de Controle Externo de Transferências Voluntárias (Diatv) ressaltou a importância da inteligência artificial como ferramenta fundamental para as auditorias e análises de contas dos órgãos jurisdicionados.

Fonte: ECP

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

MPF junto ao TCU pede devolução de presentes recebidos por Bolsonaro

Paulo Apurina

Residentes jurídicos da Prefeitura Manaus participam de reunião de alinhamento na PGM

Jamil Maciel

TSE avalia punição a aplicativo usado para desinformação

Paulo Apurina
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights