AMAZONAS JUSTIÇA

Dez universidades vão participar do 20º Júri Simulado do MPAM deste ano

Sessenta estudantes do curso de direito participarão do Júri Simulado promovido pelo Ministério Público, no início de junho

O 20º Júri Simulado do Ministério Público do Amazonas (MPAM), que este ano acontece do dia 3 a 7 de junho, terá a participação de dez instituições de ensino superior do Amazonas. Cada equipe terá seis estudantes, sendo que três atuarão como titulares e os demais como suplentes, totalizando 60 participantes.

Os oradores da turma, segundo informações do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), que organiza o simulado, passaram por uma seleção interna prévia em suas respectivas unidades de ensino antes de serem escolhidos. As três primeiras equipes vencedoras serão premiadas com medalhas, troféus e receberão de R$ 1,4 mil a R$ 3 mil. Os destaques individuais também serão premiados.

Promovido pelo MPAM, com apoio do Ceaf e a Comissão Organizadora, a edição do Júri Simulado deste ano terá a participação de estudantes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), da Universidade do Estado do Amazonas  (UEA), da Universidade Paulista  (Unip), da Universidade Nilton Lins, da Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), do Instituto Amazônico de Ensino Superior (Iames), do Centro Universitário do Norte (UniNorte), do Centro Universitário Fametro e das Faculdades Santa Teresa e La Salle.

Considerado um dos mais tradicionais, o júri do MPAM deste ano homenageia o procurador de Justiça, escritor e ex-locutor esportivo Nicolau Libório dos Santos Filho. 

Feliz com o número de inscritos, o procurador-geral do MPAM, Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, relembrou que o júri do MPAM tem diversas metas, além de estreitar a relação entre teoria e prática. “A disputa visa desenvolver o espírito crítico e o debate construtivo entre os participantes. Ela prepara os estudantes para desafios futuros”, comentou, a ressaltar a importância do simulado prestar justa homenagem à Nicolau Libório dos Santos Filho, hoje aposentado, mas com longa história no órgão.

“O júri simulado desenvolve o espírito crítico e o debate construtivo. Além de estreitar a relação entre teoria e prática, ele proporciona excelentes vivências simuladas de trabalho. É uma oportunidade valiosa para os estudantes aprimorarem suas habilidades e se prepararem para desafios futuros no campo jurídico”, acrescentou o chefe do Ceaf, promotor de Justiça João Gaspar Rodrigues.

UniNorte venceu em 2023

Na última edição do júri, no ano passado, a UniNorte conquistou o título de campeã, sendo que levou, também, nas três categorias individuais. O 2º lugar ficou com a Martha Falcão e o 3º com a Fametro.

Segundo informou o Ceaf, nesta quarta-feira (08/05), às 10h, acontecerá o sorteio dos adversários, na presença dos representantes de equipe indicados pelos coordenadores de cada instituição de ensino superior inscrita.

Texto: Yasmin Siqueira

Foto: Hirailton Gomes

#mpam #amazonas

Postagens relacionadas

Em reunião com cúpula da PMAM, Wilson Lima destaca que concurso público vai corrigir déficit antigo da tropa

Paulo Apurina

Wilson Lima entrega ramal do Uga-Uga asfaltado e projeta pavimentação de 170 quilômetros de ramais a partir de 2023

Paulo Apurina

Grupo Nacional de Advogados lançam forte nota de repúdio com assinatura de 1.235 advogados contra o Deputado Estadual Arthur do Val do MBL/PODEMOS.

amazonaspix@gmail.com
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights