MEIO AMBIENTE

Em Eirunepé, Idam intensifica regularização de extrativistas para atuação na safra da borracha

A ação está voltada à maior inserção de produtores na cultura, com foco na organização e geração de emprego e renda aos trabalhadores

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Florestal e Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) vai intensificar as ações de regularização de extrativistas em Eirunepé (distante 1.160 quilômetros da capital). A iniciativa tem como objetivo a maior inserção de trabalhadores locais na cultura da borracha, cuja safra iniciou na última sexta-feira (26/01). O município é destaque neste tipo atividade.

A regularização se dá por meio da emissão e retificação de documentos como o Cartão do Produtor Primário (CPP), Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF), que podem ser solicitadas diretamente na Unidade Local (UnLoc) Idam/Eirunepé ou nas ações itinerantes do instituto pelas comunidades do município. Além da regularização, o Idam informa que atua, ainda, no auxílio aos envolvidos na atividade durante toda a cadeia produtiva da borracha.

“Acompanhamos, também, a pesagem da borracha, pois a associação representante dos extrativistas deve buscar a subvenção com o Estado e o Idam tem papel importante para validar o peso da matéria-prima”, disse o gerente da UnLoc Idam/Eirunepé, Marden Augusto Mendes.

O gerente pontuou ainda que, regularizados, os extrativistas estarão aptos a receber o pagamento da subvenção. “Por isso, é importante que o trabalhador esteja com os documentos em ordem”, completou.

Entregas

Além de anunciar a intensificação da regularização, durante o lançamento da Safra da Borracha, realizado na última sexta-feira (26/01), o Idam também realizou a entrega de documentos solicitados anteriormente pelos produtores rurais de Eirunepé.

Ao todo, foram entregues 65 CAF’s e 85 CPP’s à Associação dos Moradores da Reserva Extrativista do Rio Gregório (Amarge) e 12 CAF’s e 8 CPP’s para a Associação dos Produtores Agroextrativistas de Eirunepé (Atae). Os documentos possibilitarão aos produtores a emissão do CAF Jurídico para que eles possam comercializar o material para empresas nacionais e internacionais.

Desempenho

Um dos principais expoentes da cultura da Borracha no Amazonas, Eirunepé fechou a Safra da Borracha 2023 com 22 toneladas, cinco toneladas a mais do que o registrado na safra 2022. A expectativa para este ano é que a produção alcance 30 toneladas de borracha.

Atualmente, 300 famílias são beneficiadas com a atividade no município, segundo a Associação de Extrativistas de Eirunepé.

Fonte: Idam

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Prefeitura de Manaus interdita trecho da avenida Samaúma para realizar drenagem profunda

Jamil Maciel

Prefeitura de Manaus doa mais de 900 mudas de plantas para os moradores do bairro de Petrópolis

Jamil Maciel

Prefeitura de Manaus reforça limpeza da orla do São Raimundo

Jamil Maciel
Verified by MonsterInsights