AMAZONAS

Escola de Contas Públicas do TCE inicia capacitações no interior. Primeiro município é Iranduba

Escola de Contas Públicas do TCE inicia capacitações no interior. Primeiro município é IrandubaA Escola de Contas Públicas (ECP) do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas deu início nesta terça-feira, 23, ao seu programa de capacitação técnica no interior do estado, começando por Iranduba, na região metropolitana. Esta iniciativa está alinhada com uma das metas de gestão da conselheira-presidente Yara Amazônia Lins, que, durante sua posse, reiterou o compromisso de interiorizar as ações do tribunal e fortalecer o aspecto pedagógico.

O conselheiro Júlio Pinheiro, coordenador-geral da ECP, destacou que a escolha de iniciar por Iranduba se deu devido à alta demanda por cursos na cidade.

Júlio Pinheiro também enfatizou o apoio da presidente do TCE, Yara Amazônia Lins.

 “O apoio da presidente do TCE, Yara Amazônia Lins, tem sido decisivo para que a ECP leve conhecimento para todos os jurisdicionados do Estado no interior e na capital”, declarou o conselheiro.

Com mais de 120 inscritos no curso de Gestão e Fiscalização de Contratos sob a ótica da nova lei de licitação 14.133/2021, o professor e auditor de controle externo Edirley Rodrigues de Oliveira deu início à primeira parte do curso com o plenário da Câmara de Vereadores lotado.

O vice-prefeito de Iranduba, Robson Adriel Cardoso Maia, expressou que a presença da ECP na cidade é um reconhecimento do desejo dos jurisdicionados locais de se atualizarem com novos conhecimentos. Da mesma forma, o presidente da Câmara de Vereadores, Kelison Dieb, destacou que o interesse de mais de 120 pessoas no curso de licitação da ECP demonstra a busca pelo conhecimento como uma ferramenta de trabalho.
Representantes de todos os órgãos jurisdicionados de Iranduba, incluindo a Prefeitura e a Câmara de Vereadores, estiveram presentes durante o evento.

A ECP permanecerá em Iranduba por quatro dias, encerrando suas atividades na sexta-feira.
O objetivo do curso é preparar os jurisdicionados com conhecimento teórico e prático, com a finalidade de conduzirem com eficácia os contratos administrativos dos órgãos públicos.

Texto: Antônio Ximenes
Foto: Filipe Jazz

#escoladecontaspúblicastceam #tceam #amazonas

Postagens relacionadas

Wilson Lima destaca que Auxílio Estadual Enchente para mais de 9 mil famílias de Manacapuru vai injetar R$ 2,9 milhões no município

Paulo Apurina

Prefeitos do interior destacam apoio do Governo do Amazonas no combate às doenças transmitidas por vetores

Jamil Maciel

 Obras com recursos federais inacabadas pode levar a prisão do prefeito de Eirunepé-AM

Paulo Apurina
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights