MEIO AMBIENTE

Idam orienta o monitoramento constante no combate à ‘cochonilha do abacaxi’

Escondida nas raízes e axilas das folhas da planta, a praga é o principal empecilho enfrentado pelos produtores de abacaxi no Amazonas

Para evitar danos e perdas econômicas à safra do abacaxi, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) orienta produtores rurais e agricultores familiares a intensificar o monitoramento da área de plantio do fruto. A orientação visa o combate à murcha virótica associada à cochonilha do abacaxi, praga que ataca a axila das folhas, raízes e a própria fruta.

De acordo com o instituto, a cochonilha é a praga que mais acomete a cultura do abacaxi no estado, causando à planta aspecto murcho, alteração na coloração, secamento e o encurvamento das bordas das folhas. “Então, por estar escondida na raiz e axila das folhas, o monitoramento precisa ser contínuo, pois a praga é transportada de planta a planta por formigas”, explicou a coordenadora estadual do Projeto Prioritário do Abacaxi do Idam, Silvia Abreu.

A coordenadora aconselha que a inspeção ocorra, no mínimo, uma vez por mês, pois, dessa forma, é possível prevenir e identificar o problema fitossanitário em estágio inicial.

“A primeira medida preventiva é a utilização de mudas sadias, livres de cochonilhas. Depois da instalação do plantio, é preciso que o agricultor familiar e o produtor rural comecem o monitoramento para que a plantação realmente fique segura”, pontuou Abreu.

Orientações

Em caso de confirmação da infecção na área do plantio, deve-se fazer o controle da praga com a utilização de produtos fitossanitários, sempre acompanhado de um profissional.

“Em áreas com alto índice de ataque, é preciso remover as plantas com sintomas da infecção da área de plantio, e complementar com aplicação supervisionada de inseticidas nas plantas vizinhas, em um raio de até dois metros de distância, para realmente evitar proliferação da praga”, advertiu a coordenadora.

O Idam informa que, por meio de 75 Unidades Locais (UnLocs) e postos avançados próprios em todo o Estado, presta informações e assistência técnica em relação a como atuar no combate à praga.

Fonte: Idam

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Prefeitura de Manaus intensifica medidas para fiscalizar carretas em Manaus

Jamil Maciel

Capacitações técnicas aos agricultores familiares serão ampliadas neste ano

Jamil Maciel

Prefeitura de Manaus vai adquirir R$ 2 mi em insumos agrícolas para piscicultores e avicultores da zona rural

Jamil Maciel
Verified by MonsterInsights