AMAZONAS SAÚDE

Malária: estudo vai avaliar ferramentas de controle da doença em Coari

Na oportunidade, FVS-RCP alinhou estratégias de vigilância no município

Um estudo irá avaliar as ferramentas de controle de malária em Coari (a 363 quilômetros de Manaus). A iniciativa é uma ação conjunta da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas; do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) e da Secretaria Municipal de Saúde de Coari. Durante visita técnica, até esta quinta-feira (18/01), a FVS-RCP aproveitou a oportunidade para alinhar estratégias de vigilância na cidade.

Coari foi o município designado para participar da iniciativa por já sediar, desde 2021, articulação para avaliação de estratégias de controle vetorial da malária. A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destaca que as avaliações periódicas são estratégicas e integram o processo de evolução das medidas de controle de doenças no sistema de saúde pública.

“O Amazonas tem avançado no diagnóstico e tratamento de malária, por meio de testes rápidos para comunidades distantes e a implementação da tafenoquina, que é um grande projeto para cura radical da malária do tipo vivax no país. Fortalecemos também as ações de controle vetorial. Para isso, é importante que as ferramentas sejam constantemente estudadas para que se possa avançar em todas as frentes”, destaca Tatyana.

As novas estratégias incluem casas experimentais para avaliar o impacto de novas intervenções de controle da malária na população de campo. A estratégia auxilia no controle da malária, fortalecendo o Programa de Eliminação da Malária no estado, segundo informa o pesquisador José Bento Pereira Lima, do IOC/Fiocruz.

“Pela primeira vez, haverá no Brasil, a possibilidade de ter essas seis casas experimentais. É um projeto contínuo que traz contribuição para o Ministério da Saúde, para eliminar a malária a partir de experiências diretamente do campo”, disse José Bento.

O secretário-executivo adjunto da Secretaria Municipal de Saúde de Coari, Arteme Araújo de Souza, disse que sediar o projeto é importante para o município. “Que essa iniciativa possa vir levar, ao Ministério da Saúde, a aderir esse projeto nos demais municípios do país. Para nós, enquanto município, é super importante participar do desenvolvimento dessa estratégia em pesquisa”, afirmou.

Estratégias na vigilância em saúde

Durante a visita técnica em Coari, a FVS-RCP alinhou estratégias de vigilância em saúde no município. A equipe da Fundação na ocasião foi formada pela diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim; o chefe do Departamento de Vigilância Ambiental (DVA), Elder Figueira; e a gerente de Doenças de Transmissão Vetorial no DVA, Myrna Barata; e o subgerente de Entomologia no DVA, Ronildo Baiatone.

No município, a equipe da FVS-RCP reuniu com o Departamento de Vigilância em Saúde de Coari para alinhar ações futuras em parcerias. Dentre as pautas estão: implantação de vigilância hospitalar, aprimoramento das ações do Núcleo de Educação em Saúde, avanço e alinhamento das ações de zoonoses, além de compartilhamento de dados do Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) para o Departamento de Vigilância em Saúde do município.

A programação também incluiu visita técnica no Instituto de Medicina Tropical de Coari e à Unidade Básica de Saúde Fluvial de Coari.

Fonte: FVS-RCP

Foto: Anne Alves

Postagens relacionadas

Julgamento das contas de David Almeida é adiado no TCE-AM após pedidos de vista

Vilhena

Vídeo: funcionário de bar é morto e dois são baleados na zona leste de Manaus

Paulo Apurina

Aleam aprova mudança em data de posse da presidência do TJ-AM

Paulo Apurina
Verified by MonsterInsights