AMAZONAS JUSTIÇA

Ministério Público realiza 1ª Roda de Conversa em combate ao assédio

Encontro reuniu servidores e membros do MPAM

O Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio da 54ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa dos Direitos Humanos e da Saúde Pública (PRODHSP), realizou, na manhã desta quinta-feira (2), a primeira edição da Roda de Conversa com os membros da Comissão Permanente de Prevenção e Enfrentamento ao Assédio Moral e Sexual no auditório Carlos Alberto Bandeira de Araújo, localizado na sede do MPAM.

A Comissão Permanente é composta por membros, servidores e sindicalizados do MPAM e presidido pela promotora de Justiça Cláudia Maria Raposo da Câmara:

“Nesta primeira roda, o número de participantes foi bem positivo e também foi diverso, porque participaram servidores, membros, promotores, procuradores e isso é muito importante. Nós escutamos, debatemos e a comissão seguirá os seus trabalhos, até porque é uma comissão permanente”, comentou a promotora.

Inicialmente, psicólogas e especialistas em saúde apresentaram pesquisas prévias realizadas com dados públicos solicitados pela Ouvidoria-Geral do MPAM, relacionados ao assédio moral e sexual no Amazonas comparados com a esfera federal, onde foi considerado a necessidade de conscientização sobre os canais de denúncia do Ministério Público, como instituição representante constitucional da sociedade na defesa dos direitos humanos.

Em seguida, os membros da comissão apresentaram propostas e contribuições orais baseadas em recomendações do Conselho Nacional do Ministério Público – CNMP no ano de 2023.

No final, a coordenadora do Núcleo Permanente de Autocomposição do Ministério Público (Nupa), procuradora de Justiça Anabel Vitória Mendonça de Souza, parabenizou a iniciativa do MPAM. “Acredito que a criação desta comissão é de suma relevância e creio que o Nupa possa colaborar de alguma forma, trazendo o olhar da Justiça restaurativa, exatamente no viés da prevenção, de modo que a gente possa praticar uma escuta compassiva, uma escuta não violenta e trazer realmente essas metodologias um olhar de transformação”, afirmou.

As próximas Rodas de Conversa têm datas previstas para acontecer nos anexos do MPAM da rua Belo Horizonte e avenida Paraíba, nos dias 17 de maio e 07 de junho, respectivamente.


Texto: Ramon Oliveira
Fotos: Irailton Gomes

#mpam #amazonas

Postagens relacionadas

FGV divulga resultados preliminares das provas objetivas do concurso do TCE-AM

Paulo Apurina

Amazônia recebe primeiro prêmio Nobel de sustentabilidade em solenidade no Teatro Amazonas

Vilhena

Idam lança livro de acervo histórico da extensão rural amazonense, de autoria do engenheiro de pesca Paulo Rolim

Vilhena
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights