AMAZONAS

Mulheres na ciência: investimentos do Governo do Amazonas contribuem para redução da desigualdade de gênero na área

Incentivos a programas exclusivos para pesquisadoras e ações de popularização da ciência são oferecidas pela Fapeam para estimular mulheres e meninas na ciência

No Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta sexta-feira (08/03), o Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), reafirma o seu compromisso com a inserção e protagonismo de mulheres e meninas na ciência, em ações concretas que fortalecem as metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) Nº 5 da Organização das Nações Unidas (ONU), que consiste em alcançar a igualdade de gênero e empoderar mulheres e meninas.

No Amazonas, mais de R$ 22 milhões foram investidos, de 2021 a 2024, pelo Governo do Estado, para fomentar projetos de pesquisa, desenvolvidos na capital no interior do estado, que estimulam o ingresso de pesquisadoras em áreas do conhecimento com menor presença feminina, e que contribuem para uma participação plena e igualitária, reduzindo as desigualdades de gênero na ciência.

Os recursos foram aplicados em 10 editais lançados pela Fapeam exclusivos para pesquisadoras do Amazonas destinados a apoiar projetos, em diferentes áreas do conhecimento, coordenados por cientistas mulheres, vinculadas às instituições de ensino e pesquisa do estado.

A diretora-presidente em exercício da Fapeam, Márcia Irene Mavignier, destaca que a iniciativa faz parte do Movimento Mulheres e Meninas na Ciência, que visa contribuir para a promoção da diversidade na pesquisa e para o fortalecimento do protagonismo feminino na área de ciência, tecnologia e inovação, além de ir ao encontro do Plano Plurianual do Governo do Estado, da Agenda 2030 para o desenvolvimento e sustentabilidade e também dos ODS.

“Essas ações têm contribuído para o significativo aumento no número de cientistas mulheres na liderança de projetos no estado. Em 2023, com apoio da Fapeam, alcançamos o número recorde de 834 pesquisadoras na coordenação de projetos. Além disso, o número de mulheres com título de doutorado pela primeira vez superou o de homens, chegando a 51,60%, conforme dados do cadastro ativo de pesquisadores da Fapeam. No mestrado, elas já despontam com mais de 60%, em relação aos homens”, comentou Márcia Irene Mavignier.

Exclusivos para elas – Novas ações para estimular o protagonismo de mulheres e meninas na ciência foram anunciadas pelo Governo do Amazonas, por meio da Fapeam, no mês de fevereiro deste ano. Desta vez, mais de 1,8 milhão serão investidos em dois novos editais para apoiar pesquisas, na capital e no interior, lideradas por cientistas mulheres.

Exclusivo para fomentar projetos no interior do estado, o Programa de Apoio à Interiorização em Pesquisa e Inovação Tecnológica no Amazonas (Painter Mulheres Cientistas no Interior) conta com investimento de R$ 975 mil para apoiar projetos relacionados às seguintes áreas temáticas da bioeconomia: biotecnologia, biorrecursos e bioecologia. O edital prevê apoio a até 10 projetos e recebe propostas até 6 de maio.

Já o Programa Mulher Faz Ciência-Fapeam irá apoiar projetos de mulheres nas áreas de Ciências Humanas, Ciências Aplicadas e Linguística, Letras e Artes, que busquem contribuir de forma significativa para o desenvolvimento social, econômico, científico, cultural e político no estado, e para o ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) estadual. No total, serão aplicados R$ 875 mil para amparar até 10 projetos, e o edital recebe propostas até o dia 3 de maio

Portfólio 2024 – Um total de 50 pesquisas coordenadas exclusivamente por mulheres cientistas que atuam na capital e no interior do Amazonas, apoiadas pelo Governo do Amazonas, por meio da Fapeam, estão acessíveis à população por meio do Portfólio de Investimentos e Resultados de Pesquisas do Amazonas – Vol.03.

Considerado um importante instrumento de divulgação e popularização da ciência, o material traz os indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) e impactos dos estudos. Acesse aqui o documento: https://www.fapeam.am.gov.br/portfolios-de-investimentos-e-resultados-de-pesquisas-vol-01-e-vol-02/

Movimento Mulheres e Meninas na Ciência – Desde o ano de 2020, o Governo do Amazonas, via Fapeam, vem realizando diversas ações em prol do estímulo às mulheres e meninas no campo da pesquisa científica, tecnológica e de inovação no estado. Além dos novos editais, a Fapeam também vem realizando uma série de atividades de popularização da ciência e divulgação científica. As ações têm o intuito de aproximar a ciência da população, assim como divulgar a importância da redução das desigualdades de gênero na ciência, tecnologia e inovação.

Entre as ações realizadas estão: rodas de conversa entre pesquisadoras e alunas, webinars, Fapeam na Feira, Fapeam na Praça, Fapeam na Estrada, Xá com Elas, exposição virtual, premiação para projetos desenvolvidos por professoras com bolsistas meninas no âmbito do Programa Ciência na Escola (PCE) e uma série de podcasts.

Fonte: Fapeam

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Inscrições gratuitas para o vestibular Senac-AM seguem abertas durante o mês de junho

Paulo Apurina

Técnicos da Escola de Contas Públicas do TCE-AM promovem semana de capacitação em Manaquiri

Paulo Apurina

Lei de Roberto Cidade garante gratuidade no reconhecimento voluntário de paternidade

Paulo Apurina
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights