AMAZONAS JUSTIÇA

Novos promotores do MPAM concluem estágio de adaptação e se preparam para ir ao interior do Estado

Em até 15 dias, os novatos devem se deslocar até suas respectivas comarcas

Após completarem um extenso Curso de Ingresso, os 22 novos promotores de Justiça designados para comarcas do interior do Amazonas também concluíram o Estágio de Adaptação, atividade promovida pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) por meio da Corregedoria-Geral. O estágio, finalizado nesta terça-feira (28/05), teve como objetivo preparar os recém-chegados para os desafios de suas novas funções.

Durante a programação, os novos promotores foram orientados por colegas experientes e participaram de palestras sobre suas futuras atribuições. 

A Corregedoria-Geral do MPAM destacou a importância de familiarizar os novos membros com aspectos práticos da atuação no Ministério Público. Como parte dessa preparação, foi organizada a visita a uma Comarca de Entrância Inicial na Região Metropolitana de Manaus, em que os promotores puderam conhecer problemas comuns que enfrentarão em seu cotidiano.

Para a corregedora-geral, procuradora de Justiça Sílvia Abdala Tuma, preparar os membros durante o Estágio de Adaptação também representa colocá-los a par das expectativas que a população interiorana tem sobre o papel do Ministério Público para a garantia e o exercício de direitos fundamentais, como o acesso à saúde, educação e segurança. “O Estágio de Adaptação visou não apenas a integração dos novos membros, mas também a transmissão de conhecimentos práticos essenciais para o desempenho de suas funções”, complementou a corregedora-geral. 

Entre os palestrantes, estavam o conselheiro nacional de Justiça, João Paulo Schoucair; o conselheiro nacional do Ministério Público e presidente da Comissão de Planejamento Estratégico, Moacyr Rey Filho; e o conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Jaime Cassio Miranda.

A partir desta quarta-feira, 29 de maio, os novos promotores terão um prazo de 15 dias para se deslocarem às suas respectivas comarcas e iniciarem suas atividades.

Esta etapa marca um importante avanço na carreira dos novos promotores, que agora estão mais preparados para contribuir com o sistema de Justiça no Amazonas e na promoção dos direitos coletivos da população.

Texto: Yasmin Siqueira

Foto: Divulgação

#mpam #amazonas

Postagens relacionadas

TCE-AM emite alerta a prefeito de Jutaí por descumprimento do limite de despesa com pessoal

Vilhena

Trinta clubes amazonenses vão disputar competições com patrocínio histórico do Governo do Estado

amazonaspix@gmail.com

Prefeitura de Manaus oferta 97 vagas de emprego nesta quarta-feira, 15/9

Paulo Apurina
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights