EDUCAÇÃO MANAUS

O renascimento de uma instituição histórica’, veja os detalhes do restauro da Santa Casa de Misericórdia

“A Santa Casa será transformada no futuro Hospital Universitário da Fametro e voltará a servir à comunidade”, conta Maria do Carmo Seffair, que é reitora da Fametro e também está à frente de outras iniciativas de sucesso, como a Faculdade Santa Tereza e o resgate do antigo Tropical Hotel de Manaus.

Revelando algumas projeções de como ficará a Santa Casa de Misericórdia após o restauro, que tem o acompanhamento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) por ser um prédio tombado, Maria do Carmo cobra celeridade na liberação da obra tão esperada pela população do Amazonas.

“A Santa Casa é uma joia da nossa cultura e da nossa história. Desde que anunciamos que adquirimos o prédio por meio de leilão, muitas pessoas nos falam de suas relações pessoais com o local. São lembranças que fazem parte da vida de muitos amazonenses”, diz a empresária, reforçando a necessidade de vencer questões burocráticas.

“Nós entendemos a importância do Iphan e de tratarmos a obra como um restauro, mas algumas questões acabam por atrasar os serviços. Essa parte burocrática precisa ser mais eficiente. O povo de Manaus tem pressa para garantir uma saúde de qualidade”, pontua Maria do Carmo.

O Hospital Universitário da Fametro abrigará mais de 140 consultórios, oferecendo atendimento pelo SUS, unidades de urgência, diagnóstico, terapia, além de se tornar uma plataforma para formação e desenvolvimento de recursos humanos e pesquisa.

Até o momento, a estimativa é de que sejam investidos mais de R$ 10 milhões para a restauração do prédio histórico, além de mais R$ 20 a R$ 30 milhões para equipamentos hospitalares.

“É um projeto ambicioso, assim como o novo Tropical Hotel Amazônia, que visa não apenas atender a população manauara, mas também proporcionar um ambiente de aprendizado prático para os alunos de medicina da nossa instituição”, finaliza Seffair.

História

A Santa Casa de Misericórdia de Manaus foi fundada em 1872 e seu prédio atual inaugurado em 1880. Reconhecida em 1938 como entidade filantrópica, a Santa Casa foi declarada de utilidade pública federal, pelo Decreto-Lei 1.276 de junho de 1962. Seu prédio é tombado como patrimônio histórico do município de Manaus.

Após mais de 120 anos de atendimento à população como hospital e entidade filantrópica, o prédio da Santa Casa de Misericórdia enfrentou uma crise financeira em 2004, levando ao seu fechamento e abandono.

Somente em 2019, a Santa Casa de Misericórdia de Manaus foi leiloada e arrematada pelo Grupo Fametro, passando por restauro para novamente se tornar referência na saúde do Estado como um Hospital Universitário.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Centro Universitário Fametro

Foto: Markus Santos

Postagens relacionadas

SERVIÇO – Carnaval de Manaus 2023: Prefeitura levará ações de saúde nos eventos carnavalescos do sambódromo

Vilhena

Parceria da Prefeitura de Manaus com a OIM leva atendimento em saúde à comunidade indígena Wainá

Jamil Maciel

Procon-AM fiscaliza e orienta sobre a nova lei das sacolas plásticas

Vilhena
Verified by MonsterInsights