ESPORTE

Pai de Luis Díaz é libertado após 13 dias de sequestro na Colômbia

Manuel Díaz ficou sob o poder da guerrilha do Exército de Libertação Nacional; ‘Viva a liberdade e a paz’, comemorou o presidente Gustavo Petro

A guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN), em negociações de paz com o governo da Colômbia, libertou nesta quinta-feira (9) o pai do jogador de futebol do Liverpool Luis Díaz, conforme imagens divulgadas pela imprensa local.

Luis Manuel Díaz foi sequestrado em 28 de outubro em uma região na fronteira com a Venezuela.

Acompanhado por uma missão humanitária, Luis Manuel pousou de helicóptero no aeroporto da cidade de Valledupar (no norte), perto da Serranía del Perijá, onde foi entregue pelos rebeldes.

“Viva a liberdade e a paz”, escreveu o presidente Gustavo Petro na rede X (antigo Twitter).

A mãe do atleta, Cilenis Marulanda, também foi raptada pelo ELN, mas foi liberada horas depois. 

O chefe da guerrilha, Antonio García, já havia admitido que o sequestro do pai de Díaz “foi um erro” e deu a entender que ele foi raptado por engano, já que o grupo não sabia do parentesco dele com a estrela do futebol inglês.

O caso, inclusive, ganhou ainda mais notoriedade no fim de semana, quando Luis Díaz marcou um gol no empate entre Liverpool e Luton Town. Na celebração do tento, o colombiano levantou a blusa e mostrou uma camiseta com a mensagem “Libertad para papa” (Liberdade para o papai, na tradução literal).

Fonte: R7

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Flamengo enfrenta Palestino no Maracanã pela Copa Libertadores

Paulo Apurina

Prefeitura de Manaus realiza a 11ª edição dos Jogos Internos do Parque do Idoso

Paulo Apurina

Neymar chega a Belém sozinho e com dúvidas sobre sua condição física

Jamil Maciel
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights