MANAUS MEIO AMBIENTE

Prefeitura de Manaus recebe equipe do programa internacional ‘Cidades à Frente’ para fomento do programa ‘Viva Mindu’

Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Mudança do Clima (Semmasclima), recebeu nesta quinta-feira, 2/5, a visita técnica das equipes do programa Cities Forward (Cidades à Frente), apoiado pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos.

A proposta é reunir, até esta sexta-feira, 3 de maio, as equipes da prefeitura e parceiros, como o International Council for Local Environmental Initiatives, Iclei (Governos Locais pela Sustentabilidade), para colaborarem coletivamente com a equipe do Cities Forward, no contexto e elaboração de um roteiro de implementação para captação de recursos para o projeto de “Revitalização da Bacia Hidrográfica do Igarapé do Mindu” – programa “Viva Mindu”, lançado no último mês pela gestão pública municipal.

Para o titular da Semmasclima, Antônio Stroski, este é um marco importante para a gestão ambiental. “Estamos recebendo o Iclei e pessoas que decidiram pela aprovação do projeto Viva Mindu, no âmbito do programa Cidades à Frente, com a finalidade de oferecer um assessoramento técnico para a Prefeitura de Manaus, para que possamos elaborar os melhores projetos para a bacia hidrográfica do Mindu, cuja revitalização pretendemos fazer”, enfatizou o titular da Semmasclima.

O programa Cities Forward, financiado pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos, tem como objetivo principal auxiliar as 12 cidades latino-americanas participantes na implementação de soluções que fomentem investimentos em serviços urbanos, promovendo a sustentabilidade, inclusão e resiliência em seus bairros e comunidades.

O secretário executivo adjunto do Iclei, Rodrigo Corradi, explicou que a visita técnica em Manaus é a conclusão de uma primeira etapa, para identificar os projetos prioritários de Manaus em relação à sustentabilidade.

“A cidade de Manaus esteve engajada nesses últimos meses para podermos entender quais são as prioridades, as lógicas de atuação em que a cidade está se colocando para o projeto de investimento e nós estamos aqui para justamente ter a identificação dos melhores projetos, entender quais são as capacidades que a cidade precisa apoiar, para que, com o direcionamento da prefeitura e do prefeito, podermos avançar”, destacou o representante do Iclei.

Segundo Corradi, o próximo passo será a capacitação do programa “Viva Mindu”, para captação de recursos internacionais. “Desse processo inicial, de identificação de prioridades, partem, agora, para a modificação e construção de projetos com capacidade de financiamento, conectados com a área de sustentabilidade, com forte componente de adaptação climática. Com esse foco, temos recursos alocados da cooperação, por meio do Cities Foward, agenda promovida pelo Departamento de Estado norte-americano, para que a gente possa capacitar, qualificar os projetos que estão sendo apontados pelas cidades envolvidas, para que elas tenham melhores condições de acesso a recursos de estrutura de financiamento internacional”, informou.

Agenda

Essa é a primeira visita técnica da equipe do Cities Forward ao Brasil, e é considerada um marco tanto para o programa “Viva Mindu”, quanto para a cidade de Manaus, colocando o projeto “Revitalização da Bacia Hidrográfica do Igarapé do Mindu” em evidência e preparando-o para ser visto em importantes agendas globais, como a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas COP-26 e a COP-29.

No primeiro dia de agenda do grupo, nesta quinta-feira, 2/5, houve, pela manhã, a abertura e encontro da equipe Cities Forward, com o prefeito de Manaus David Almeida, no qual foi apresentado o progresso do programa, bem como as atividades já realizadas e as próximas. Foi anunciada pela comitiva internacional a assistência técnica para apoiar a prefeitura na próxima fase do programa.

Já pela parte da tarde, a comitiva realizou visita técnica a algumas localidades do projeto “Revitalização da Bacia Hidrográfica do Igarapé do Mindu”, como o Parque Municipal das Nascentes do Mindu, localizado no bairro Cidade de Deus; comunidade Nossa Senhora de Fátima, nas ruas 29 e Galiléia, Bairro Novo Aleixo, ambos na zona Norte, e o Parque Municipal do Mindu, situado no bairro Parque Dez de Novembro, zona Centro-sul de Manaus. A agenda da comitiva continua na sexta-feira 3/5, com oficinas internas de trabalho, ao longo de todo o dia.

Sobre o Cities Forward (Cidades à Frente)

No dia 27 de abril de 2023, o Departamento de Estado dos Estados Unidos lançou a iniciativa de sustentabilidade urbana “Cidades à Frente”, na Cúpula de Cidades das Américas, cumprindo um compromisso do governo dos EUA assumido na Nona Cúpula das Américas, em junho de 2022.

O Departamento de Estado selecionou um consórcio hemisférico liderado pelo Iclei USA, Iclei México, América Central e Caribe, Iclei América do Sul e seus parceiros Resilient Cities Catalyst e Institute ofAmericas, para implementar o programa que visa ajudar as cidades a criarem o futuro sustentável, inclusivo e resiliente que desejam.

O objetivo da iniciativa Cidades à Frente é ajudar as cidades participantes a implementarem soluções que possibilitem investimentos em serviços urbanos que promovam sustentabilidade, inclusão e resiliência em bairros e comunidades.

As cidades participantes da América Latina e do Caribe irão desenvolver planos de ação locais de sustentabilidade, refletindo as maiores prioridades de seus cidadãos. Cidades à Frente ajudará a capacitar e compartilhar conhecimento entre líderes locais e especialistas nos Estados Unidos e na região. Além disso, a iniciativa abrirá oportunidades para que as cidades busquem investimentos e financiamentos para ajudar na implementação de seus planos.

Ao todo, 129 cidades foram inscritas, para o preenchimento de 24 vagas. Destas, 12 da América Latina foram selecionadas com seus pares de intercâmbio. São elas:  Ambato, Equador + Filadélfia, Pensilvânia; Cali, Colômbia + Baltimore, Maryland; Cartagena, Colômbia + Denver, Colorado; Fortaleza, Brasil + Hawaii County, Hawaii; Freeport, Bahamas + Coral Springs, Flórida; Cidade da Guatemala, Guatemala + Dallas, Texas; Hermosillo, México + Dubuque, Iowa; Manaus, Brasil + Stockton, Califórnia; Mérida, México + Austin, Texas; Montego Bay, Jamaica + Hoboken, Nova Jersey; Renca, Chile + Evanston, Illinois; Rosário, Argentina + Chattanooga, Tennessee.

Depois de dois anos, as cidades da América Latina e Caribe terão planos de ação de projetos financiáveis e de alto impacto, com base em percepções compartilhadas adquiridas ao longo de suas colaborações com as cidades dos EUA, consultores regionais e a equipe do projeto.

— — —

Texto – Geraldo Farias (Semcom) e Taianna Castro (Semmasclima), com informações do Iclei – América do Sul.

Fotos – Phil Limma / Semcom https://www.flickr.com/photos/prefeiturademanaus/albums/72177720316648490/with/53694464334

#cidadesafrente #vivamindu #semmasclima #pmm #manaus #amazonas

Postagens relacionadas

Prefeitura de Manaus é pioneira na criação de Tarifas Sociais de água e esgoto, beneficiando mais de 650 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social

Paulo Apurina

Manaus participa de debate sobre planejamento urbano dentro do Circuito 2023 com ONU-Habitat

Jamil Maciel

Wilson Lima percorre ruas do Coroado, que recebeu ações nas áreas da infraestrutura, social e educação

Vilhena
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights