EDUCAÇÃO

Prefeitura lança projeto ‘Busca Ativa Estudantil’ em mais de 300 escolas da rede municipal de Educação

Com o objetivo de mobilizar a comunidade escolar, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), lançou, nesta quarta-feira, 27/3, o projeto “Busca Ativa Estudantil”, com estudantes de participação do Grêmio Estudantil, familiares e servidores das unidades de ensino. O evento aconteceu na escola municipal Izabel Angarita, localizada no bairro Japiim 2, zona Sul.

A ação alcança 322 escolas do Ensino Fundamental 1 (1º ao 5º) e 2 (6º ao 9º). No total são aproximadamente 96 mil estudantes gremistas. O “Grêmio Estudantil” é composto por até 14 membros, divididos em presidente, vice-presidente e diretores financeiro, esporte, promoção à saúde, cidadania, política, meio ambiente e comunicação.

“Nós representamos todos os alunos da escola. Realizamos ações com temas importantes, como o bullying e também procuramos conversar com os alunos e a direção da escola para cada vez mais melhorar nosso ambiente escolar”, explicou a diretora financeira do Grêmio, Isabella Gomes.

Os grêmios são coordenados pela Divisão de Apoio à Gestão Escolar (Dage). O chefe da divisão, Luiz Oliveira, conversou com os membros do grêmio e falou da importância deles nas escolas.

“Esses alunos exercem um papel primordial dentro da escola. Hoje, temos 322 Grêmios Constituídos, é um avanço na rede municipal de ensino. E agora com a busca ativa, vamos atender mais de 96 mil alunos, é um engajamento muito grande e fundamental para todos nós da educação, pois estamos conseguindo mobilizar todas as escolas e as famílias”, afirmou Luiz.

O projeto consiste no envolvimento dos estudantes em três eixos: mobilização da comunidade escolar para fins de sensibilização quanto a importância dos estudos, acompanhamento familiar da frequência e vida escolar dos estudantes; incentivo, participação e solicitação junto à Direção da Escola, e de procedimentos relacionados à Busca Ativa e Acompanhamento da reintegração dos estudantes infrequentes ao ambiente escolar, que é o acolhimento.

“Os representantes do grêmio seguem as nossas orientações para que desenvolvam atividades na escola a partir dos projetos que serão desenvolvidos durante todo o ano letivo”, comentou a coordenadora do grêmio, Sued Araújo.

Neste período, foram realizadas diversas ações como: acolhimento; reuniões com estudantes, pais ou responsáveis; confecção e entrega de materiais gráficos alusivos ao projeto e à prevenção ao abandono escolar; motivação aos estudos; palestras; hora cívica; e visitas às salas de aulas, elaboração e divulgação de vídeos abordando as temáticas.

A dona de casa Sammya Lopes, mãe da aluna Ana Gabriela, do 2º ano, apoia e incentiva as ações do grêmio. “Na época que eu estudava, os alunos sempre lutaram pelos direitos de ter uma escola de excelência, isso desperta na criança e adolescente o lado crítico, em buscar algo melhor para a comunidade em que pertence, por isso os pais devem apoiar e participar de todas as ações do grêmio”, concluiu.

Fonte: Semed

Foto: Ulisson Santos   

Postagens relacionadas

Alunos da Escola Estadual Adalberto Valle participam de imersão no Bosque da Ciência

Jamil Maciel

MEC divulga novos prazos de inscrição para o Sisu, Prouni e Fies

Paulo Apurina

Prefeito vistoria obras em fase final de complexo viário e creche municipal

Jamil Maciel
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights