ECONOMIA MANAUS

Prefeitura lança sistema para contribuinte acompanhar créditos da NFS-e para abatimento no IPTU

Agora ficou muito mais fácil acompanhar os créditos acumulados a partir do Imposto Sobre Serviços (ISS) para abatimento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef), lançou, nesta quinta-feira, 23/5, a plataforma eletrônica “Crédito da Nota”.

Pela nova plataforma, que já pode ser acessada pelo endereço eletrônico – http://creditodanota.manaus.am.gov.br – o contribuinte acompanhará, em tempo real, todos os valores creditados ao solicitar uma nova Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) com o seu CPF registrado.  Todos os documentos fiscais emitidos em nome do contribuinte também estarão disponíveis a título de consulta a qualquer momento que ele precisar.

Para o secretário da Semef, Clécio Freire, a plataforma de Crédito da Nota vem como mais uma ferramenta de incremento das receitas municipais. “Estamos incentivando o contribuinte a exigir sua Nota Fiscal no ato da solicitação de serviços e com isso gerar créditos. Com isso se pratica cidadania e justiça fiscal, premissas da gestão David Almeida”, comentou o gestor da Semef.

O subsecretário da Receita da Semef, Armínio Pontes, que liderou a implementação da plataforma, destacou as facilidades do novo sistema na utilização e aplicação dos créditos da NFS-e para descontos no IPTU. Pontes explicou que, ao final de cada exercício fiscal, o contribuinte poderá indicar a inscrição imobiliária que receberá os créditos para abatimento no IPTU do ano seguinte, tudo com muita agilidade.

“A nova plataforma visa facilitar as condições para os contribuintes que costumam pedir a Nota Fiscal de Serviços com o CPF registrado e acumulam crédito para abatimento do IPTU. É uma ferramenta muito moderna e que facilitará a compensação e lançamento do desconto extra do IPTU de forma automática”, declarou o subsecretário.

Créditos

O contribuinte Pessoa Física que exige sua Nota Fiscal de Serviço com o CPF registrado poderá acumular até 20% do ISS gerado pela emissão do documento fiscal e poderá abater até 50% no lançamento do IPTU. O imóvel indicado não precisa ser da mesma titularidade do CPF informado na nota fiscal de serviço, entretanto, a matrícula informada não poderá ter registro de débitos vencidos até o dia da indicação. Os créditos poderão ser rateados entre dois ou mais imóveis, desde que estejam adimplentes com o fisco.

Os créditos acumulados são válidos por cinco anos. O ISS gerado também deverá ter sido recolhido pela empresa prestadora de serviços que emitiu a NFS-e. Agora, os documentos fiscais emitidos pelas empresas optantes do Simples Nacional e por empresas com imunidade tributária, como é o caso de algumas escolas, também geram créditos para abatimento.

Para acesso a todas as funcionalidades do sistema Conta-Corrente Crédito da Nota basta que o contribuinte preencha um rápido cadastro, informando seus dados pessoais e e-mail para confirmação.

— — —

Texto – Anderson Farias / Semef

Fotos – Valdo Leão / Semcom

#semef #pmm #manausamazonas

Postagens relacionadas

Sine Manaus oferta 98 vagas de emprego nesta quinta-feira, 23

Jamil Maciel

Prefeitura implementa fiscalização intensiva em áreas críticas da cidade para reduzir acidentes de trânsito

Jamil Maciel

Prefeitura de Manaus divulga regras para uso do Passe Livre Estudantil

Jamil Maciel
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights