SAÚDE

Prefeitura promove debate sobre saúde mental para servidores da assistência social

Encerrando a programação de atividades alusivas à campanha de conscientização sobre saúde mental, o “Janeiro Branco”, a Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), da Prefeitura de Manaus, promoveu, nesta terça-feira, 30/1, um debate com servidores da assistência social municipal sobre cuidados com a saúde mental no ambiente de trabalho.

Seguindo o tema da campanha deste ano, “Vida e Harmonia”, o evento foi realizado no auditório Senador João Bosco Ramos de Lima, na Escola do Legislativo Senador José Lindoso, da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), na zona Centro-Sul. A iniciativa teve apoio do Instituto Silvério de Almeida Tundis (Isat), Organização da Sociedade Civil (OSC) responsável por oferecer assistência psicossocial a pessoas em situação de vulnerabilidade.

“Durante o mês de janeiro, em todas as unidades de atendimento socioassistencial da gestão municipal, desenvolvemos diversas atividades de conscientização e abordagem psicossocial, não apenas com os usuários destes equipamentos, mas principalmente com servidores, promovendo a atenção e o cuidado para quem também cuida diariamente da população. Encerramos esta campanha com este enfoque, em nossos colaboradores, e com o sentimento de missão cumprida, ainda que nosso trabalho de zelo pela integridade mental de nossos servidores continue ao longo de todo o ano”, destacou a subsecretária de Políticas Afirmativas para Mulheres e Direitos Humanos da Semasc, Graça Prola.

Johnson Almeida, psicólogo do Isat convidado para mediar o debate entre servidores, ressaltou a importância do cuidado contínuo com a saúde mental, principalmente para os servidores do Sistema Único de Assistência Social (Suas) em decorrência da alta demanda de atendimentos socioassistenciais e que necessitam de um constante “olhar próximo” à difícil realidade vivida por milhares de famílias na capital amazonense.

“A saúde mental é um tema muito delicado e que vem sendo discutido de forma séria há muito pouco tempo. Então, é muito importante que nos atentemos a essas questões em nosso dia a dia e, principalmente, em nosso ambiente de trabalho. Garantir uma saúde mental em dia a esses servidores é garantir um atendimento de qualidade às famílias que necessitam dos serviços oferecidos por seus equipamentos”, explicou.

A servidora Deídre Nascimento aprovou a iniciativa. Ela destacou a importância de debates dessa temática, em um contexto de pós-pandemia, quando muitos servidores do Suas ainda se enfrentam questões internas não discutidas ou diagnosticadas.

“Isso mostra uma valorização do servidor que precisa, mais do que nunca, em razão do momento que vivemos nos últimos anos. Desde a pandemia, muitos de nós descobrimos novos medos, ansiedades, distúrbios e outros problemas que ainda não foram devidamente diagnosticados ou discutidos, seja por medo ou por falta de informação. Acho muito importante que participemos de um debate como este”, afirmou.

Fonte: Semasc

Foto: Diego Lima

Postagens relacionadas

Austrália reabre fronteiras a turistas em 21 de fevereiro

Jamil Maciel

Santo Antônio e Tancredo Neves recebem Unidades Móveis de Saúde da Mulher nesta quarta, 25/10

Jamil Maciel

Adaf alerta produtores sobre o início da vacinação contra a brucelose

Jamil Maciel
Verified by MonsterInsights