AMAZONAS SAÚDE

SES-AM esclarece os usuários do SUS sobre quando procurar uma UBS, SPA ou Pronto Socorro 

A iniciativa visa orientar a população a buscar o atendimento necessário de acordo com a manifestação dos sintomas  

Com o objetivo de informar a população sobre a diferença nas opções de atendimentos médicos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), orienta quando buscar atendimento em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), Serviço de Pronto Atendimento (SPA) e Pronto-Socorro. 

Unidade Básica de Saúde (UBS) 

A UBS é uma unidade de atenção primária à saúde, que oferece serviços básicos de atendimento à comunidade, como consultas médicas, vacinação e acompanhamento de doenças crônicas. 

Dentre os sintomas que o usuário deve buscar a UBS estão a gripe; dor na garganta; dor de cabeça; tontura; dor abdominal; mal-estar; vômito; conjuntivite; dor de ouvido; dor na coluna; curativo; renovação de receita; trocas de sonda; retirada de pontos cirúrgicos e unha encravada. 

Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 

Já o SPA é uma unidade de serviço de pronto atendimento que oferece serviços médicos de urgência e emergência. O paciente deve se dirigir à essa unidade quando estiver precisando de atenção médica imediata, mas que não são graves como febre alta persistente, corte ou lesões moderadas. 

É indicado ao usuário dirigir-se a um SPA quando apresentar sintomas como febre alta persistente, acima de 39°C; fraturas e cortes com pouco sangramento; dificuldade em respirar; cólicas renais; crises convulsivas; dores no peito; queda com torção e dor intensa; bronquite; asma; envenenamento; queimaduras leves e reação alérgica. 

Hospital e Pronto-Socorro  

Procurar imediatamente o Pronto Socorro é crucial em situações de risco de vida, como ataques cardíacos, fraturas expostas, traumatismo craniano, ferimentos por arma de fogo ou branca, acidentes graves de trânsito, queimaduras severas e Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outros casos graves de saúde. 

“É importante a população ter ciência de que os atendimentos prioritários nos serviços de pronto atendimento e UPAs da Rede Estadual de Saúde, são atendimentos de média complexidade. Esses atendimentos são considerados pela classificação de risco, sendo amarela, laranja e vermelha e todos os pacientes classificados como azuis e verdes são pacientes com características de atendimento na atenção básica, portanto daí uma espera maior para eles serem atendidos pois esse atendimento deveria ser feito em uma UBS”, destacou o secretário executivo de assistência à saúde, Leandro Pimentel.  

Via Agência Amazonas

Foto: Douglas Santos 

#ubs #upa #prontosocorro #urgência #emegência #saúde #amazonas

Postagens relacionadas

Psicologia e Educação Física: Nilton Lins promove eventos inéditos nesta quinta-feira (16)

Paulo Apurina

Wilson Lima entrega Ônibus do Idoso para mutirões itinerantes em Manaus e Região Metropolitana

Paulo Apurina

AÇÃO – Atividades do ‘Consultório na Rua’ da prefeitura são apresentadas aos conselheiros municipais de saúde

Vilhena
Verified by MonsterInsights