EDUCAÇÃO

Alunos da rede estadual destacam novas possibilidades a partir do projeto Jovem Bilíngue

A iniciativa beneficia 1 mil estudantes com um curso integral de Língua Inglesa, em parceria com o Icbeu

Com a oportunidade de qualificação educacional e transformação de vidas a partir do aprendizado de um novo idioma, os estudantes da rede estadual participantes do Jovem Bilíngue fazem planos para o futuro e falam da importância de se dedicarem ao aprendizado da Língua Inglesa.

O Jovem Bilíngue é um projeto do Governo do Amazonas, desenvolvido por meio de termo de contrato entre a Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar e o Instituto Cultural Brasil – Estados Unidos (Icbeu), que beneficia 1 mil alunos da 1ª série, do Ensino Médio, da rede estadual, com o curso de Língua Inglesa.

Entre os sonhos alimentados pelo projeto, está o da jovem Beatriz Nogueira, 15. Ela, que é aluna da Escola Estadual (EE) Professor Rofran Belchior da Silva, na zona leste de Manaus, e quer ser comissária de bordo. Segundo a estudante, fazer um curso de inglês vai ser um passo mais para ajudar a conseguir rodar o mundo, por meio do futuro profissional que almeja.

“Esse é um sonho meu e da minha família. Sempre me interessei por viajar em aviões e é nisso que planejo focar depois de terminar o Ensino Médio. E o curso de inglês é essencial nessa minha vontade”, compartilhou Beatriz.

Já para o aluno Daniel Souza, 17, aprender inglês vai possibilitar realizar o sonho de mudar de país. O discente da EE Profº Sebastião Augusto Loureiro Filho planeja ir morar com a tia nos Estados Unidos e continuar seus estudos no país norte-americano.

“Quero ir para a Flórida e fazer faculdade. Lá enxergo mais possibilidades de estudo e trabalho. Meu curso de inglês é indispensável nisso”, avaliou o estudante.

Integrante do corpo docente do Icbeu, a professora de Língua Inglesa, Lívia Alencar, disse que sente gratidão ao avaliar o cenário.

“É um sentimento geral nosso (corpo docente). Poder contribuir para que os alunos tenham novas oportunidades de vida é incrível. Transformar o mundo pela educação”, ressaltou a docente.

E para aqueles que possuem pouca ambientação com a Língua Inglesa, o importante é praticar, destacou a professora.

“Quanto maior a exposição ao idioma, mais fácil o aluno “pega”. Aqui (no Icbeu), temos aulas de reforço, espaços de tecnologia, tudo disponível para os nossos alunos”, finalizou.

Os estudantes agora seguem para o primeiro módulo de aulas no Icbeu, que tem previsão de encerramento no final do mês de junho.

Jovem Bilíngue

No último dia 26 de fevereiro, 1 mil alunos da rede estadual de ensino participaram da primeira aula oficial do projeto Jovem Bilíngue, no Icbeu, Centro da cidade. Durante os próximos três anos, os estudantes beneficiados, que hoje cursam a 1ª série do Ensino Médio, terão aulas semanais de Língua Inglesa, no instituto, durante o contraturno escolar.

“O curso de idioma é uma porta para um futuro de sucesso. Os alunos não podem deixar passar, porque pode levá-los para lugares que nem imaginam. É uma oportunidade única, de um governo que acredita na educação pública”, destacou a secretária de estado de Educação e Desporto Escolar, Arlete Mendonça.

Em 2024, a rede estadual de ensino ampliou em 34% a oferta de um segundo idioma para os estudantes de escolas estaduais com aproximadamente 1,9 mil novos estudantes beneficiados, oriundos do projeto Jovem Bilíngue e da oferta de mais uma escola de ensino bilíngue, com o Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Elisa Bessa Freire, que este ano passou a contar com o ensino bilíngue português-francês.

Fonte: Seduc

Foto: Euzivaldo Queiróz

Postagens relacionadas

Estudante da rede pública estadual representa o Amazonas no quadro Pequenos Gênios da rede Globo

Paulo Apurina

‘Busca Preço’ permite economizar quase 2% na compra de material escolar

Vilhena

Prefeitura de Manaus inicia diagnóstico para melhoria na segurança das escolas municipais

Jamil Maciel
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights