AMAZONAS POLÍCIA

Do jiu-jitsu a pistoleiro de facção, ex-lutador teria assassinado e esquartejado mais de 20 pessoas em Manaus

Segundo informações da polícia, Lucas José, um ex-lutador de jiu-jitsu resolveu deixar o esporte de lado para virar pistoleiro de uma facção criminosa.

O pistoleiro é suspeito de executar cerca de 24 pessoas, tendo como modus operandi, o esquartejamento de suas vítimas. Com o assassino, a polícia obteve uma espécie de “lista negra” em um caderno, onde anotava os endereços, as datas e a quantidade de vítimas assassinadas por ele. 

A “lista negra” foi encontrada na casa em que morava, localizada no bairro Novo, na rua P32, na Zona Leste.

Via Chefão da Notícia

Postagens relacionadas

Em 2021, Fundação Estadual do Índio distribuiu mais de 119 toneladas de alimentos em comunidades e aldeias indígenas do AM

Paulo Apurina

Bairro São José completa 42 anos com festejo Solenidade São José esposo de Maria

Paulo Apurina

Moradores de Novo Airão apontam importância do Auxílio Estadual permanente

Ivan Nobre