AMAZONAS JUSTIÇA

“Não Seja Mula”: projeto do MPAM será lançado em workshop da Polícia Federal sobre o combate de drogas em aeroportos

Principal propósito da iniciativa é conscientizar a população sobre o impacto pessoal e coletivo do transporte ilícito de entorpecentes nesses espaços

De 2018 a 2023, foram apreendidos no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes mais de 2,2 toneladas de maconha e mais de 100 kg de cocaína, resultantes de transporte ilegal de drogas por passageiros de voos com destino a outros estados do Brasil. É com base nesses dados alarmantes que nasceu o projeto “Não Seja Mula”, de autoria da promotora de Justiça Yara Rebeca Albuquerque Marinho de Paula. O lançamento da iniciativa acontece na próxima terça-feira (25/06), durante a programação do workshop “Interdição de Drogas em Aeroportos”, promovido pela Polícia Federal.

De acordo com a descrição do projeto, os chamados “mulas” são, geralmente, “indivíduos em má situação financeira, iludidos com a promessa de vultosas quantias em dinheiro para se deslocarem com drogas para outros estados do país”, seja em malas ou mesmo nos próprios corpos. A proposta é reforçar o atual aparato fiscalizatório dos aeroportos brasileiros, coibindo a ação dessas pessoas — que têm representação mínima dentro de toda a cadeia criminosa relacionada ao tráfico de drogas e, por consequência, não conseguem mensurar a gravidade de suas condutas, tanto a respeito dos prejuízos para sua vida quanto para a sociedade.

Desse modo, o projeto “Não Seja Mula” será executado da seguinte forma: divulgação de mensagens inibidoras e conscientizadoras por meio de banners e outras peças; veiculação de mensagens de conscientização em rádios locais; e alinhamentos periódicos com promotores de Varas Especializadas em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecutes). “A Polícia Federal, juntamente com os agentes de proteção de Aviação Civil (APACs), atuam nos aeroportos fazendo os flagrantes desse tipo de delito. Nosso apoio será no sentido de motivar as pessoas a não aceitarem, isto é, que desistam de atuar como mulas, ficando ciente dos riscos e dos prejuízos desse tipo de crime”, afirma a promotora de Justiça Yara Marinho.

Sobre o workshop

O workshop “Interdição de Drogas em Aeroportos” é promovido pelo Núcleo de Polícia Aeroportuária (NPAER) da Polícia Federal (PF), em parceria com o MPAM, a Iniciativa Muiltiagências Para o Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (Impactas) e a Concessionária dos Aeroportos da Amazônia (Vinci Airports). Ao longo da próxima terça-feira (25/06), a programação abordará temas diversos como “Coordenação de Segurança e Proteção da Aviação Civil – Vinci Airports”, “Atuação da Receita Federal do Brasil no combate às drogas”, a “Coordenação Geral de Migração e Sistemas de Inteligência Aeroportuária”, “Projeto Não Seja Mula”, entre outros. A programação é direcionada para servidores da Polícia Federal, convidados pertencentes à comunidade de segurança aeroportuária e instituições relacionadas com as atribuições da PF.

Texto: Lennon Costa

Foto: Will Recarey/Divulgação

#mpam #amazonas

Postagens relacionadas

Sine Amazonas divulga 160 vagas de emprego para esta sexta-feira

Paulo Apurina

Prefeito David Almeida anuncia construção de passarela e alargamento de trecho da avenida Efigênio Sales no TCE

Paulo Apurina

PC-AM orienta consumidor sobre compras conscientes para festas de fim de ano

Paulo Apurina
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Verified by MonsterInsights