SAÚDE

Prefeitura de Manaus finaliza capacitação de médicos para atendimento em saúde mental

A Prefeitura de Manaus finalizou, nesta sexta-feira, 8/7, o último módulo da capacitação em psiquiatria, ofertada a médicos que atuam na Atenção Primária à Saúde (APS). A iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) visa aprimorar os atendimentos em saúde mental disponibilizados nas unidades básicas de saúde e descentralizar a demanda dos serviços especializados.

A gerente da Rede de Atenção Psicossocial da Semsa, Efthimia Haidos, informou que as aulas, que tiveram início em dezembro do ano passado, foram conduzidas pelo doutor Leandro Fajardo, médico psiquiatra do Centro de Atenção Psicossocial III – Benjamin Matias Fernandes. Os certificados serão emitidos pela Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap).

“A primeira turma de capacitação em psiquiatria, ofertada pela Semsa, foi realizada em 2019 e certificou mais de 120 médicos. Hoje estamos finalizando a segunda turma e também teremos mais de cem médicos certificados. Esse trabalho é de suma importância para a secretaria, porque a Atenção Primária à Saúde é a porta de entrada dos pacientes com algum sofrimento psíquico, e as equipes estão preparadas para ofertar esse atendimento”, disse.

Ainda de acordo com Efthimia, os médicos que atuam nas UBSs recebem a demanda dos pacientes que já passaram pelo serviço especializado, por meio dos Caps, e tiveram melhora no seu estado de saúde.

“Os pacientes atendidos pelos Caps terão seu quadro estabilizado em algum momento, e a partir daí eles retornam para seguir com acompanhamento na Atenção Primária. Os nossos médicos precisam estar preparados para dar continuidade no cuidado deles em saúde mental, e se houver uma desestabilização, eles retornam ao serviço especializado”, explicou.

Curso

A Semsa disponibilizou 200 vagas para médicos da rede, distribuídas entre os Distritos de Saúde (Disa) Norte, Sul, Leste, Oeste e Rural, e também para o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei), Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (EAMAAR), Fundação Doutor Thomas e Centro Especializado em Reabilitação (CER) para médicos que atuam na saúde indígena.

A capacitação teve carga de 30 horas, com sete módulos mensais, com aulas teóricas e estudos de caso. O conteúdo da capacitação incluiu temas como “Teoria das personalidades e seus transtornos”; “Anamnese do sono”; “Higiene do sono e uso racional de hipnóticos”, “Transtornos relacionados ao álcool e outras drogas”; “Esquizofrenia”; “Emergências psiquiátricas, incluindo suicídio”; “Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)”; “Transtornos do humor: depressão e transtorno do humor bipolar”; “Transtornos de ansiedade” e “Uso racional dos benzodiazepínicos”.

Fonte: Semsa

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Prefeitura de Manaus prepara busca ativa de casos suspeitos de esporotricose na população felina

Paulo Apurina

Prefeitura de Manaus garante acesso a informações sobre vacinação contra a Covid-19 após tentativa de ataque de hackers

Jamil Maciel

Prefeitura de Manaus abre semana com sambódromo e mais 83 locais de vacinação contra a Covid-19

Paulo Apurina