AMAZONAS

Prefeitura monta operação para orientar trânsito nas manifestações deste feriado da Independência

Uma operação especial foi programada pela Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), para organizar o trânsito na cidade neste feriado de 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil, quando está prevista a organização de atos públicos em diversos pontos da cidade. Aproximadamente 60 agentes de trânsito estarão monitorando as manifestações.

Quatro pontos de Manaus terão atos neste feriado: no complexo turístico da Ponta Negra, zona Oeste; no Centro Comercial da cidade, zona Sul; Igarapé do Mestre Chico, também na zona Sul da capital; e a realização de um passeio ciclístico na região central da capital.

Agentes de trânsito estarão nos locais dos atos e acompanharão as manifestações para evitar transtornos aos participantes dos movimentos e à população em geral que trafega nas imediações.

Eventos

Na região da Ponta Negra, haverá interdição na avenida Coronel Teixeira, no modelo faixa liberada, em trecho reduzido entre a rotatória do Tropical e edifício Aruba entre 14h e 19h.

Na rotatória da Suframa, a manifestação ocorrerá também entre 14h e 19h.

No Centro, haverá concentração na praça do Congresso às 14h e, por volta de 15h30, está prevista uma passeata que seguirá pela rua Ramos Ferreira;:em seguida, pelas avenidas Getúlio Vargas, 7 de Setembro e Eduardo Ribeiro, com término na praça do Congresso por volta de 18h.

No âmbito da manifestação “Grito dos Excluídos” – organizado pela Igreja Católica – serão dois eventos: uma “bicicleata”, que sairá da Constantino Nery das imediações do Terminal de Integração 1, por volta de 15h. Outro ato ocorrerá na praça do igarapé do Mestre Chico entre 15h e 19h.

Fonte: IMMU/PMM

Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Amazonas não registra mortes por Covid-19 e apenas 54 novos casos da doença

Ivan Nobre

Governo do Amazonas libera R$ 2,7 milhões de convênio para a Prefeitura de Novo Aripuanã

Paulo Apurina

Wilson Lima antecipa segunda parcela do 13° salário para mais de 117 mil servidores, entre ativos, aposentados e pensionistas

Paulo Apurina